AS MARCAS QUE OS ENGENHEIROS QUÍMICOS DEIXAM NO NOSSO COTIDIANO

Os engenheiros químicos atuam desde a criação até a otimização de um produto em escala industrial. Possuem participação ativa no nosso cotidiano e são responsáveis pela revolução da era moderna.

[Fonte: PUC – Rio. Departamento de Engenharia Química de Materiais].

Onde você está neste momento, em que parou para ler este texto? Deitado na sua cama? Sentado numa cadeira de algum consultório á espera da sua vez de ser atendido? No ônibus a caminho da faculdade ou do trabalho? Olhe em volta: Você consegue enxergar o toque dos engenheiros químicos neste ambiente onde você se encontra?

Olhe para o colchão ou para o assento da cadeira, ou da poltrona, eles são compostos de fibras que foram trabalhadas pelos engenheiros químicos; Esses profissionais são os responsáveis pela produção sintética destes produtos. Essas fibras, que estão presentes em diversos artigos de uso cotidiano, se destacam nos coletes à prova de bala que vestem os seguranças, policiais, investigadores e peritos.

Repare, no ônibus e demais automóveis, a pintura, nisso também tem o “dedo” do engenheiro químico. Veja os carros que compõe o trânsito, alguns são movidos pela queima do etanol ou da gasolina; Nesses combustíveis é possível ver o trabalho do engenheiro químico, que trabalha com as operações unitárias, para otimizar as colunas de destilação, por exemplo, para a recuperação do etanol hidratado, ou do etanol anidro (aumentando a octanagem da gasolina). Ainda temos, nesse cenário, o engenheiro químico atuando na indústria petroquímica, possibilitando a produção em larga escala de gasolina, do óleo diesel e da borracha presente nos pneus dos automóveis, e até mesmo nos solados dos nossos calçados.

Se esse consultório, no qual você se encontra, é médico, saiba que nele é utilizada uma importante classe de materiais trabalhados pelos engenheiros químicos, os isótopos radioativos. Estes, no âmbito da medicina, são destinados ao monitoramento do organismo, na identificação de veias e artérias bloqueadas. Além disso, nesse ambiente temos os biomaterias, presentes nos órgãos artificiais, nas próteses, e na administração de medicamentos de forma adequada, por exemplo. Os biomateriais também estão presentes nos consultórios odontológicos.

Ainda no consultório, a recepcionista atende a todos com o sorriso destacado com um contorno de batom vermelho, os olhos ressaltados com uma sombra em tons térreos, e com uma máscara de cílios na cor preta (quem sabe). Nisso também há a presença dos engenheiros químicos, que atuam na indústria dos cosméticos. Ainda nesta indústria temos o emprego da nanotecnologia tão dominada por esses profissionais.

Olhe para o céu, para os rios e lagos; Eles estão mais límpidos hoje? Aí também tem a ação dos engenheiros químicos, que buscam formas de não agredir o meio ambiente, atuando assim, na engenharia verde, empregando matérias primas de fontes renováveis, tratando resíduos e efluentes.

Como se não bastasse todas essas conquistas, os engenheiros químicos são responsáveis pela produção de fertilizantes, que permitem o aumento da produção dos alimentos que chegam à nossa mesa; E ainda são responsáveis pelo tratamento da água que ingerimos dia após dia.

O empreendedorismo, a interdisciplinaridade, o empenho, o autocontrole e a versatilidade são as bases que tornam os profissionais da engenharia química personagens principais da revolução da era moderna. Eles são a razão de todo o avanço tecnológico que nós somos capazes de ver, sentir e desfrutar.

Referências bibliográficas:

-IMAGEM : PUC – Rio. Departamento de Engenharia Química de Materiais. Disponível em: <http://www.deqm.puc-rio.br/images/img_slide_04.png>. [Acesso em 22-04-2017].
-PORTO, Luismar Marques. A Evolução da Engenharia Química – Perspectivas e Novos Desafios. 2007. Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil. Disponível em: <http://www.hottopos.com/regeq10/luismar.htm>. [Acesso em 22-04-2017].
-Portal da Industrial. Disponível em: <http://www.portaldaindustria.com.br/agenciacni/noticias/2016/06/minha-profissao-o-engenheiro-quimico-pode-trabalhar-no-setor-industrial-de-servicos-laboratorios-entre-outros/>. [Acesso em 22-04-2017].
-Engenharia Química – UFRGS. Disponível em: <http://www.enq.ufrgs.br/graduacao/o-que-e-engenharia-quimica/qual-o-futuro-da-engenharia-quimica>. [Acesso em 22-04-2017].

Jéssyka Jennifer Miranda Corrêa
Trainee do setor acadêmico da BetaEQ e estudante da UFVJM.

Deixe aqui a sua opinião