[I SSEQ] SOFTWARE TRELLO / ENTREVISTA: SARAH NASCIMENTO

(Texto enviado pela Representante Beta EQ e estudante da UNIFACS, Stephanie Santana)

A habilidade de gestão é algo extremamente útil a um engenheiro. Saber organizar seus projetos e entender não somente do processo, mas das funções de cada pessoa na equipe, é essencial. Poder fazer isso de forma simplificada, com maior organização e integração da equipe parece ótimo, certo?

Pensando nisso, conversei sobre a plataforma Trello com Sarah Nascimento, Dir. De Marketing do Nucleo e Aceleradora de Empresas Juniores da UFRRJ e Coord. Do Marketing do Itaguai Rugby Clube.
O que é o Trello?
O Trello é uma ferramenta colaborativa para gerenciamento de projetos, fácil de usar e com muitos recursos, baseado na Metodologia Kanban.
O que é Kanban?
Kanban, em português significa registro ou placa visível, e é uma palavra de origem japonesa. Foi desenvolvido pelo vice-presidente da Toyota Motor, Taiichi Ohno, e o sistema é uma das variantes mais conhecidas do Just in Time.
O Kanban vem sendo utilizado para projetos sem demanda prevista com muita antecedência, com o objetivo de eliminar filas e falhas no processo. É uma metodologia Lean (rápida), que tem como filosofia uma estratégia de negócios para aumentar a satisfação dos clientes através da melhor utilização dos recursos, por isso, prega a produção enxuta, resultando em processos mais eficientes.
Adotando este método, a empresa começa a contar com processos mais rápidos e funcionais, e isso traz uma série de vantagens. Para quem está na execução, ele ajuda na organização com um fluxo bem feito, assim como na comunicação visual, que é um dos princípios básicos do método, proporcionando a todos que participam do processo enxergar a situação real por meio de um quadro com vários itens visuais que permitem identificar rapidamente gargalos e pontos de intervenção que devem ser feitos. O Trello atua então sendo Kanban online, que fica muito mais fácil de compartilhar e alterar, e também é ideal para equipes que trabalham distantes por exemplo.
Como esse programa pode contribuir na realização das atividades de um Engenheiro Químico?
Com o Trello fica muito mais fácil controlar todas as etapas de um projeto, seja ele qual for. Garantindo assim eficiência e agilidade, além de ser um sistema muito visual, o que ajuda a trabalhar com as equipes, já que “todo mundo sabe o que o outro está fazendo”.
Seu uso é simplificado ou é interessante fazer algum curso para aprender com afinco as suas funcionalidades?
É muito simples começar a usar o Trello, não exige nenhuma capacitação mais profunda. No Trello, projetos são representados por quadros (boards), onde cada um contém listas (lists) e cada lista contém cartões (cards) que correspondem às tarefas a serem executadas. No funcionamento ideal, os cartões passam de uma lista para outra, conforme seus responsáveis terminam as tarefas determinadas por ele.
Como funciona e quais são, na sua opinião, as funções mais úteis?
Pra mim a parte de criar “categorias” ou “pastas” de projetos, se assim posso chamar, é o que tem de mais legal, porque você pode trabalhar com projetos de diversos grupos ao mesmo tempo. Inclusive dá pra usar o Trello pra coordenar coisas do cotidiano, que tenham processos fixos de execução. Ah! E se você estiver trabalhando com mais de uma pessoa no projeto, ainda dá pra deixar recados para ela, ou a colocar responsável por uma parte do processo (indica-se isso pelas iniciais da pessoa), dá para carregar fotos nos quadros… Enfim, uma infinidade de possibilidades.
Você tem alguma opinião a acrescentar?
Bem, eu acho o Trello muito eficiente na gestão de projetos e na área de supply chain. Eu trabalho com ele há 1 ano em 3 equipes diferentes, e o sistema Kanban auxilia muito na coordenação desses projetos. Além de ser bem prático, bom não só para empresas da área da indústria, mas até mesmo para gerir projetos de startups, diretórios acadêmicos, empresas juniores, ONGs e até mesmo projetos pessoais.

Postado por Kaique Santos Teixeira às08:00

Postado por Silvielen Couto