ENGENHARIA DE VENDAS: UM SETOR EM ASCENSÃO

Engenharia de vendas: ampliando os horizontes da engenharia.

Talvez a principal dúvida de um acadêmico seja aquela do que fazer após se formar. Esperamos, no mínimo, cinco anos para pegar o diploma de Bacharel em Engenharia Química, mas aí vem a etapa seguinte, a de escolher qual área seguir, o que se torna bem mais complicado quando o curso escolhido te oferece inúmeras possibilidades.

Uma destas possibilidades de atuação é a de Engenheiro de Vendas, esta área encontra-se em crescente expansão e é uma excelente opção para quem busca aliar o conhecimento técnico ao setor comercial.

A principal característica que esse profissional deve possuir é ter um bom relacionamento interpessoal, tanto com clientes internos – empresas – quanto com clientes externos.

E qual a rotina de um engenheiro de vendas? Este profissional tem uma rotina bastante dinâmica, pois deve buscar entender quais são as necessidades do seu cliente e então adaptar-se aos diferentes tipos de processos, sempre buscando aperfeiçoar ao máximo o projeto.

O Engº Químico Adriel Mariotti, conta sobre a rotina de trabalho deste setor: “Hoje, como Engenheiro de Vendas, faço desde a prospecção – entendo primeiramente onde nossos produtos se enquadram e em quais processos – e posteriormente, ajo juntamente com o Departamento de Marketing para que as devidas campanhas ou tipos de ações, e também para que os nichos de empresas (targets) sejam atingidos de forma clara e direta. Também existe o cenário passivo (80% dos casos), no qual as empresas procuram os produtos para desenvolvimento de proposta técnica/comercial, dentro das características que o equipamento precisa atender, aí então em 70 % dos casos é sugerida visita técnica para melhor entendimento e avaliação do processo”.

Talvez a maior facilidade que um engenheiro possua para trabalhar nesse setor, seja o de estar habituado a resolver problemas, ser objetivo e buscar incansavelmente pela melhor solução.

Gostaria de agradecer ao Engº Químico Adriel Mariotti, pelos esclarecimentos prestados sobre esta área ainda não muito conhecida pelos acadêmicos.

Autora: Fernanda Rengel/UNIOESTE

Assessora de conteúdo: Nathally Alves