ENGENHEIRO QUÍMICO CHINÊS DESENVOLVE TECIDO QUE GERA ELETRICIDADE COM MOVIMENTO

Cientistas liderados pelo Professor de Engenharia Química da Universidade de Chongqing (China), Fã Xing, em declarações citadas pela agência oficial “Xinhua”, desenvolveram um novo tipo de tecido que pode gerar eletricidade capaz de alimentar pequenos aparatos a partir do movimento e da luz solar.

tecido-eletricidade

A composição e fabricação do tecido permitem que um pedaço de cinco centímetros de comprimento e quatro de largura possa gerar energia suficiente para carregar um telefone celular ou manter em funcionamento um relógio de punho com um movimento constante e em momentos de suficiente luz.

Este tecido é feito de fibras de poliéster combinadas com uma camada de metal e semicondutores para captar e armazenar a energia e com células solares e geradores nanométricos incrustados e é muito fino, com uma grossura de apenas 0,32 milímetros.

No canal da BetaEQ no Youtube você confere o que há de melhor na Engenharia Química brasileira. Clique AQUI e receba com exclusividade notificações dos novos vídeos da BetaEQ subscrevendo nosso canal.

A capacidade geradora deste tecido se deve a um processo chamado “efeito triboelétrico” pelo qual certos materiais adquirem carga elétrica quando entram em contato com outros.

Os pesquisadores da Universidade de Chongqing desenvolveram este tecido junto a cientistas do Instituto Tecnológico da Geórgia (EUA) e publicaram seus resultados na revista científica “Nature Energy” deste mês.

Os cientistas chineses explicaram à imprensa local que ainda têm pendentes testes para determinar quanto dura essa função no tecido, mas já comprovaram que pode ser dobrado 500 vezes sem perder sua efetividade.

“O tecido é seguro para o corpo humano”, ressaltou Fã Xing.

Fonte: http://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2016/09/cientistas-chineses-desenvolvem-tecido-que-gera-eletricidade-com-movimento.html