DIÁRIO DA TATY – EP03: CALOURA NA ENGENHARIA QUÍMICA

A faculdade já faz parte de nós muito antes de nos inscrevermos no curso escolhido. São anos para decidir  “o que vamos ser quando crescer” e toda aquela ansiedade de saber como é a rotina em uma universidade. É normal ficar com aquele friozinho na barriga só de pensar que daqui a alguns dias você vai estar em uma nova sala, cheia de pessoas diferentes para conhecer. Foi bem assim que me senti há quase 3 anos, quando ingressei no curso de engenharia química. Minha vida de caloura não foi nada fácil, acredite se quiser.

1514941_860244350728222_4637976652654539164_n

No meu primeiro dia da faculdade, meu pai me levou. Coitado, pensando que eu ainda estava no jardim de infância. No fundo, eu sabia que ele queria estar me acompanhando mesmo. Bom, quando meu pai e eu chegamos na faculdade, tinha muita gente para cá e para lá procurando suas turmas. Como eu era muito tímida, meu pai que sempre pedia as informações para mim.

Certamente, eu estava mais perdida do que ele. Acho que é normal os calouros demorarem a saber das coisas, os pavilhões e tudo mais. Afinal era um lugar novo, certo? Sou um caso sério, até hoje esqueço de decorar os meus horários.

A minha primeira aula foi de Matemática básica. E que susto: “Caramba, eu faço Engenharia química, não era para ser assunto de Química?!” Para aliviar esse choque, o professor era bem tranquilo, menos mal.

Depois dessas disciplinas básicas, finalmente veio a Química. O conteúdo é totalmente diferente do que vemos no Ensino Médio. O professor não era nada legal, parecia estar falando inglês. Não entendia nadinha e, para minha tristeza, reprovei nessa disciplina. Essa sim foi minha primeira decepção na faculdade.

Vida de calouro é loucura. Imagina só: você compra um caderno de vinte matérias mesmo só tendo oito. Por quê?! Ah, nossa vida é assim. Quanto menos peso, melhor. E minha primeira multa da biblioteca?! Que desespero, fui pagar logo no dia seguinte.

Já fui esperar aula na frente da sala errada, já fui para o pavilhão errado, já procurei minha turma num pavilhão super longe, sendo que nesse dia não teria aula. Já rodei o prédio todo atoa e também já procurei um prédio que não existe.

Gente,  falando sério! Eu acredito que o primeiro dia na faculdade é como um marco de uma nova fase. Por isso, acho que temos mais é que aproveitar tudo o que tivermos para fazer e não devemos nos privar de ter momentos divertidos, pois nos próximos anos você estará se formando e será uma nova pessoa, um novo profissional. Aproveite não só o primeiro dia, mas também cada momento da faculdade, tá? Leve a sério os estudos, mas sem ser tão sério assim. Os anos passam voando e, quando se der conta, já estará na formatura. Faça amigos e se divirta. Depois que tudo passar, a única certeza é que vão restar as lembranças!

Para finalizar desejo um ótimo começo de aulas, com muitos momentos legais para lembrar depois. Entrar na faculdade, realmente, marca uma nova fase. E, sem dúvidas, posso dizer que é uma das mais legais. Acredite!

Abraços,

Taty Ferreira

Estudante de Engenharia Química Pitágoras FAMA (São Luís, MA)