DIFERENCIAL PARA O ALCANCE DE UMA CARREIRA DE SUCESSO

 

Obter reconhecimento e ter um diferencial no mercado de trabalho são os maiores objetivos dos recém formados. Contudo esses anseios não bastam estarem somente no pensamento. Mesmo que o pensamento positivo atraia coisas boas, de nada adianta apenas querer. Para construir uma carreira de sucesso é necessário empenho e intrepidez, para partir para a ação.

O processo todo pode ser comparado a Destilação, tão conhecida pelos engenheiros químicos, no qual a alimentação é processada para que ocorra a separação das fases. Baseada no equilíbrio líquido-vapor esse processo é um dos que mais requer energia na planta industrial. Assim como também, para que o sucesso na carreira profissional seja alcançado é necessário esforço e momentos equilibrados de ousadia e contentamento, sabendo o momento certo de fazer o diferencial aflorar.

A “receita” já é tradicional, é necessário determinação, persistência, um conhecimento amplo, indo além do convencional, em conjunto com a integridade de tomar decisões embasadas na honestidade e na transparência. Encontrando formas de fazer com que as ideias adversas sejam compreendidas e respeitadas, e as criticas aceitas com sabedoria. Deve ocorrer a separação do que impede o crescimento pessoal e profissional (como o retrocesso e o individualismo) daquilo que realmente é preciso para a obtenção da tão almejada carreira bem sucedida.
Afim de empregar um “tempero especial nesta receita”, ou seja, um diferencial, é necessário realizar análises e aperfeiçoamentos das competências pessoais. Esses pontos fortes devem ser lapidados, melhorando a cada dia que passa. Isso tudo se faz possível por meio do empenho pessoal, na coragem de renunciar, de abrir mão de algo, que trás conforto, para arriscar.

Segundo o artista contemporâneo Michael John Bobak: “Todo progresso acontece fora da zona de conforto” , desta forma, é fundamental a resiliência, para que seja possível suportar a tensão, superar os obstáculos, e se adaptar ás mudanças, saindo da comodidade. Ao permanecer na mesmice, nada mais será ganho. Para abandonar essa zona de conforto é necessário primordialmente que metas sejam traçadas, concentradas no que se deseja, para que a energia seja destinada ao alcance disso.

Assim sendo, convém associar força de vontade às atitudes. Objetivos se tornam motivação, força motriz para a conquista dos resultados. Ainda, se existe paixão no que está sendo feito, há um combustível a mais para que haja persistência. Tudo ficará envolto num entrelaçado de empolgação e satisfação pessoal. Tornando mais fácil o caminho até o sucesso, excluindo toda a negatividade que causa a derrocada, e a desmotivação.

O profissional, embora já classificado como sendo de excelência, deve sempre procurar se “reciclar”, atentando-se para as formas de está inserido no meio, agindo com competência, sendo firme e mantendo disciplina, para que assim não corra o risco de perder o que já foi conquistado. Deve procurar sempre a inovação; Inovação esta que deve possuir bases sólidas, e que seja viável e real. Profissionais que são inovadores já se encontram a um passo a frente daqueles que apenas seguem a tradicional “receita”. Deve haver um bom engajamento no ambiente de trabalho, para que isso seja possível, para que expectativas sejam superadas. É o momento do diferencial se fazer notável.

Na verdade, se o profissional é dedicado, as oportunidades surgirão a ele, mas é preciso que ele esteja preparado. Deve ter coragem para ir em frente. E não ter medo de tentar, de se arriscar. Todos os profissionais deveriam pensar em como utilizar os seus trabalhos para mudar de forma positiva a vida de alguém, isso é a maior motivação, que ajudará romper com as amarras e fazer aflorar o diferencial de cada um.

Jéssyka Jennifer M. Corrêa

Trainee do setor acadêmico da BetaEQ e estudante da UFVJM – MG