TRANSFORMAÇÃO DE RESÍDUOS PLÁSTICOS EM COMBUSTÍVEL BLENDSTOCK

Sete a cada 10 plásticos tem destino direto a aterros sanitários ou simplesmente são abandonados em algum lugar, assim resíduos de polímeros vem sendo uma grande ameaça ecológica. Devido a isso Amit Tandon, antigo engenheiro do Vale do Sílicio, passou sete anos para que o plástico abandonado fosse transformado em uma nova forma útil. Assim sua empresa PolyCycl Pvt. Ltd, demonstrou em sua fábrica perto de Chandigarh, na Índia, que o blendstock, material de uso para fabricação de diesel industrial, poderia ser extraído de resíduos plásticos por meio de uma tecnologia econômica desenvolvida.

Fonte: VCCircle – Covering India’s Investment Ecosystem.

 

Deste modo, a cidade Hyderabad na Índia será pioneira em adquirir em suas plantas a tecnologia patenteada ‘Contiflow Cracker’.  Com o auxílio da White Field Ventures, grupo empresarial com interesse em aço, agricultura e produtos químicos industriais nos continente da África e Europa, que investiu em tal projeto.

O primeiro método para a transformação dos plásticos em combustíveis utiliza um processo de conversão baseado em lote, de acordo com o vice-presidente de engenharia da PolyCycl, Dr. Ramakrishnan Iyer. Porém tal método converte os resíduos do plástico em um produto de menor valor econômico.

Tandon afirma que o processo de despolimerização contínua de sua empresa reduz o custo de capital inicial em 50-75% e os custos operacionais em até 50%. Visto que a tecnologia possibilita extrair 850 litros de combustível de petróleo de uma tonelada de resíduos plásticos ricos em hidrocarbonetos.

Desta maneira, o combustível gerado a partir da planta de demonstração da PolyCycl, foi vendido para diversos clientes industriais, que utilizam tal combustível em fornos a diesel e caldeiras, o que garantiu uma margem bruta de 50%.

Fonte: VCCircle – Covering India’s Investment Ecosystem.

Fonte: https://www.vccircle.com/this-plastic-to-fuel-startup-has-a-patent-that-can-help-unclog-the-planet/

Deixe aqui a sua opinião