CONHEÇA A AK-1000: A MAIOR TURBINA MOVIDA A ENERGIA DE MARÉS

Criada pela empresa Atlantis Resources, a turbina AK-1000 é a maior turbina do mundo movida a energia de marés (energia maremotriz).

Segundo o fornecedor, suas hélices medem 18 metros de diâmetro, seu peso é de aproximadamente 1,3 mil toneladas e sua altura é de 22 metros. A turbina, que será instalada na Escócia (após aprovada nos testes), foi desenvolvida para suportar a pressão das mais fortes correntes marinhas.

A estimativa de geração de cada turbina é de até 1MW de eletricidade  que seria o suficiente para abastecer cerca de mil casas. A expectativa é que devido a sua baixa velocidade, esta não cause danos à vida marinha.

A energia das marés, também chamada de energia maremotriz, é captada por meio do aproveitamento da energia resultante do desnível das marés. Para que essa energia seja se torne eletricidade é necessária a construção de barragens, eclusas (permitindo a entrada e saída de água) e unidades geradoras de energia. O sistema utilizado é parecido com o de uma usina hidrelétrica. As barragens são construídas próximas ao mar, Os responsáveis pela captação de água durante a alta da maré são os diques.

Depois de ser armazenada a água é liberada e, em seguida, é liberada durante a baixa da maré, passando por uma turbina, assim é gerada a energia elétrica. Nos oceanos existem desníveis no solo abaixo da água. Instalando barragens e um sistema de geradores é possível obter energia elétrica. A água é represada durante o período de maré alta num reservatório instalado no oceano (geralmente próximo ao litoral). Quando a maré está baixa a água sai e movimenta as turbinas. Um sistema de conversão torna possível a geração de energia elétrica.

Vantagens

É uma fonte de energia renovável e limpa, também se trata de uma alternativa para países que por uma serie de  motivos não podem gerar energia elétrica através de outras formas.

Desvantagens

Necessidade de ter uma situação geográfica favorável, ou seja, presença de marés no litoral e desnível no solo do oceano. A implementação do sistema de uma usina maremotriz ainda tem um alto custo em relação ao sistema de hidrelétrica. Dessa forma, a relação custo/benefício ainda não é vantajosa para muitos países. É provável que aconteça um impacto ambiental na implantação do sistema, principalmente com relação ao ecossistema marinho. Aproveitamento energético baixo.

Curiosidades

A primeira usina maremotriz do mundo foi construída em 1966 na cidade de La Rance (França). Atualmente, os países que mais utilizam este sistema de geração de energia são: Japão, França, Coreia do Sul, Inglaterra e Estados Unidos sendo principalmente instaladas no Havaí. Embora tenha uma situação geográfica favorável, principalmente no litoral maranhense e na ilha de Macapá, o Brasil ainda não produz energia através deste sistema. As marés são originadas pela atração lunar, e representam uma tentadora fonte energética. Em conjunto, a temperatura dos oceanos, as ondas e as marés poderiam proporcionar muito mais energia do que a humanidade poderia gastar e hoje ou no futuro, mesmo considerando que o consumo global dobra de dez em dez anos.

referências:

https://top10mais.org/top-10-fontes-alternativas-de-energia-renovaveis/

http://energiainteligenteufjf.com/energia-2/energia-das-mares-maremotriz/

Deixe aqui a sua opinião