EMBALAGENS: MUITO ALÉM DE UM RECIPIENTE QUE ARMAZENA PRODUTOS!

Antigamente, o homem não sentia necessidade de proteger seus pertences e mantimentos, pois os consumia no próprio local de origem. Porém quando aumentou a complexidade da vida, os locais de trabalho e de moradia ficaram mais distantes das fontes dos alimentos. Com isso houve a necessidade do armazenamento deles por mais tempo, surgindo as embalagens, recipientes ou envoltura que armazenam produtos temporariamente, individualmente ou agrupando unidades, tendo como principal função protegê-lo e estender o seu prazo de vida, viabilizando sua distribuição, identificação e consumo.

A embalagem tornou-se ferramenta crucial para atender à sociedade em suas necessidades de alimentação, saúde, conveniência, disponibilizando produtos com segurança e informação para o bem-estar das pessoas, possibilitando a acessibilidade a produtos frágeis, perecíveis, de alto ou baixo valor agregado.

Frente ao crescimento populacional do planeta, a embalagem tornou-se responsável pela potencialização de vendas, assim como construção e reconhecimento de marcas, elas são consideradas o reflexo de uma sociedade, de sua cultura, hábitos, e do seu estágio de desenvolvimento econômico, social e ambiental. Ao mesmo tempo, a embalagem é tida como o termômetro de uma economia, contribuindo para aferir o volume de atividade do setor produtivo.

Classificação

As embalagens devem ser desenvolvidas observando os seguintes aspectos:

  • Aspectos técnicos, produção e funcionalidade
  • Aspectos regulatórios, legislação e certificações
  • Aspectos estéticos
  • Aspectos ambientais
  • Aspectos mercadológicos e econômicos

Podem ser de diversos matérias como:

  • Embalagens metálicas;
  • Embalagens de vidro;
  • Embalagens plásticas (as mais comuns no mercado de embalagens);
  • Embalagens de papel;
  • Embalagens bioplásticas;
  • Embalagens sustentáveis (feitas com papel reciclado ou até com matérias mais inusitados como leite, cogumelos, batata e eucalipto);
  • Embalagens de madeira

Importância das Embalagens

O consumidor, conforme pesquisa realizada pela ABRE, é fortemente influenciado pela embalagem no momento da compra. Para eles, o produto e a embalagem confundem-se como um único elemento que devem estar em plena sintonia com os valores da sociedade e parâmetros globais do mercado

A linguagem subliminar de uma embalagem é altamente influenciada por aspectos regionais e culturais, e deve transmitir, em apenas 3 segundos, a qualidade do produto, os seus diferenciais e cativar o consumidor para pegá-lo em sua mão e colocá-lo em seu carrinho de compras.

As embalagens atualmente estão, cada vez mais, inovando em seus matérias e formatos, se tornando o elemento de competitividade, tantos em ganhos operacionais, logísticos e ambientais, e como sociais e comerciais.

fonte: A História das Embalagens; A embalagem como forma de comunicação e expressão; Embalagem; Quais são os materiais mais utilizados em embalagens?13 materiais inusitados para fabricação de embalagens sustentáveis;