MOVIMENTO EMPRESA JUNIOR (MEJ) – O QUE É? E COMO FUNCIONA?

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) surgiu na França, em 1967, de acordo com a Confederação Europeia de Empresas Juniores – JADE, Empresa Júnior (EJ) é uma associação sem fins lucrativos, formadas e geridas exclusivamente por alunos de graduação, que presta serviços para empresas, instituições e sociedade, sob a orientação de professores e profissionais com objetivo de consolidar e reforçar o aprendizado de seus membros. São semelhantes a empresas reais, contando com os princípios de governança corporativa, como conselho gestor e diretoria, e regulamentação própria.

No Brasil, elas contam com o apoio das Federações de Empresas Juniores para se manter no mercado, em 1988 por iniciativa da Câmara de Comércio Brasil-França, foi criada em São Paulo a primeira Empresa Júnior do Brasil e da América Latina.

Dentre os objetivos das EJs estão:

  • Fomentar o aprendizado prático do universitário em sua área de atuação;
  • Desenvolver o espírito crítico, analítico e empreendedor do aluno;
  • Aproximar o mercado de trabalho das universidades e dos próprios acadêmicos;
  • Gerir com autonomia em relação à direção da faculdade ou centro acadêmico;
  • Elaborar projetos de consultoria na área de formação dos alunos, proporcionando ao micro, pequeno e médio empresário, especialmente, um trabalho de qualidade a preços acessíveis.

As Empresas Juniores contemplam as necessidades de três clientes principais:

Os alunos: Que se utilizam da interação entre os membros da empresa e da troca de conhecimento e experiências para se desenvolverem pessoal, profissional e academicamente.

As empresas: Que se beneficiam com os projetos desenvolvidos pelos alunos, cujas características são a alta qualidade dos trabalhos, garantida pela orientação dos professores, e o baixo investimento, uma vez que as empresas juniores não visam ao lucro. Todo dinheiro arrecadado é para custos com o serviço, manutenção e investimentos na empresa e nos alunos.

As universidades: Que são favorecidas pelo retorno em imagem institucional, garantido pela divulgação que as Empresas Juniores necessariamente fazem ao seu nome. As Universidades que investem nas Empresas Juniores têm o retorno de imagem e, também, um retorno no que diz respeito à atração de novas parcerias, alunos e clientes (no caso de prestação de consultorias etc.).

Uma empresa júnior capacita as pessoas desde o período de graduação, mostrando como funciona o mercado de trabalho e os preparando desde cedo para trabalhar na área que foi escolhida para cursar o ensino superior. Com esse objetivo, pretende-se fomentar o crescimento pessoal e profissional dos alunos envolvidos, oferecendo ao mercado serviços de qualidade a custos juniores. Dessa forma contribuindo para o desenvolvimento do empreendedorismo na região onde a EJ está sediada e em alta escala, o Movimento das Empresas Juniores (MEJ) contribui com uma importante parcela no crescimento empresarial e econômico do país.

Autoria de: Paula Schneid Alves 

Estudante de Engenharia Química da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) – RS

 

Fonte: Empresa júnior – o que é? E como funciona?MEJ

Deixe aqui a sua opinião