QUÍMICA DOS PERFUMES II: A ESSÊNCIA DAS ESSÊNCIAS

Agora que já temos uma visão geral do processo de produção de perfumes, que tal saber com mais detalhes cada etapa do processo?  Nesse texto, falaremos sobre a primeira etapa, que é a base para a produção do aroma, a extração dos óleos essenciais.

Agora que já temos uma visão geral da história dos perfumes, vamos falar sobre a primeira etapa de produção de perfumes, que é a essencial etapa de extração dos óleos essenciais.

Extração de óleos vegetais

Existem diversos métodos que permitem a extração de óleos vegetais, sendo eles: destilação a vapor, fervura, extração por solvente, enfleurage, maceração e expressão. Os óleos essenciais podem ser extraídos de diversas partes de um vegetal, incluindo flores, folhas, caule, cascas, raízes e até sementes. A escolha do método de extração está relacionada à parte do vegetal e sua sensibilidade bem como da sensibilidade dos próprios óleos essenciais em relação ao calor e outros fatores.

Destilação a vapor → Esse é o processo mais utilizado mundialmente para a extração de óleos essenciais, pois ele permite que os óleos sejam extraídos de uma grade variedade de espécies vegetais e de partes vegetais. Para plantas muito ricas em amido, os óleos gerados podem ter características indesejadas, já que o amido sob altas temperaturas acaba sofrendo um processo de caramelização e o óleo acaba ficando com aroma de queimado. Ainda assim, isso pode ser minimizado ajustando-se alguns parâmetros do processo, como o tempo de exposição do material vegetal ao método.

Esse processo também é chamado de destilação por arraste e é bastante semelhante a uma destilação simples. O material vegetal é colocado em um recipiente contendo água. Uma fonte de calor vaporiza a água e o vapor d´água gerado arrasta os óleos naturais, que se vaporizam com o choque térmico. Esse vapor contendo os óleos passa pelo material vegetal e o óleo e a água vaporizam. Esse vapor contendo os óleos essenciais passa através de tubos resfriados com água e condensa. Como produto, têm-se os óleos essenciais e um produto aquoso chamado hidrolato. Ambos são facilmente separados por decantação.  Um esquema desse processo para extração de óleos essenciais pode ser visto na Figura 2.

Figura 2. Esquema de destilação a vapor para extração de óleos essenciais

Fevedura → Esse processo é semelhante à destilação a vapor, mas o material vegetal em recipiente fechado é colocado em água fria e levado diretamente à fervura por alguns minutos. A extração ocorre geralmente a temperaturas inferiores a 100oC para evitar a perda de compostos sensíveis. O tempo de fervura depende do material vegetal, já que cascas e raízes em geral necessitam de mais tempo do que caules e folhas. É um processo lento e relativamente obsoleto, mas continua sendo utilizado em alguns casos.

Extração por solvente → Esse processo é utilizado para plantas sensíveis que perdem certos componentes quando submetidas a processos de temperatura, como a destilação a vapor ou a fervura. Nesse caso, o material vegetal é colocado em tanques rotativos e um solvente, normalmente benzeno ou éteres de petróleo são vertidos sobre as flores, extraindo os óleos essenciais. As flores dissolvem no solvente, dando origem a um material ceroso que contém o óleo, chamado de concreto. Esse concreto é colocado em etanol, que dissolve o óleo. Uma fonte de calor é utilizada para evaporar o álcool que, uma vez totalmente evaporado deixa uma concentração mais alta de perfume no fundo. Um esquema do processo pode ser visto na Figura 3.

Figura 3. Esquema de extração de óleos essenciais por solvente

Enfleurage → Esse processo é utilizado para a extração de óleos essenciais de matérias-primas mais delicadas, como flores, especialmente de rosa, jasmin e violeta. É um método bastante lento, artesanal e de alto custo, mas que vem sendo revivido cada vez mais com auxílio da alta tecnologia. No processo tradicional, as flores são espalhadas em folhas de vidro revestidas com graxa. As folhas de vidro são colocadas entre molduras de madeira formando um “sanduíche”, como mostrado na Figura 4. As flores geralmente permanecem nessa mistura por algumas semanas e são removidas a mão e trocadas por pétalas frescas. O processo geralmente é repetido diveras vezes até que a graxa tenha absorvido a sua fragrância. Após esse tempo, a gordura é filtrada, obtendo-se um concentrado oleoso aromático, que depois é, assim como no caso da extração por solvente, misturada a um álcool que é destilado para dar origem ao óleo essencial.

Figura 4. Método da Enfleurage para a extração de óleos essenciais de flores

Maceração → Esse processo é similar ao método de enfleurage mas gorduras aquecidas são utilizadas para absorver o odor das flores. Depois a gordura também é colocada em álcool para obter os óleos essenciais.

Prensagem → O método de prensagem a frio é o mais antigo e mais simples para extração de óleos essenciais.   É o método mais empregado para extração de óleos de frutas cítricas. Muitas vezes, esse processo é realizado pelas próprias produtoras de sucos, que despejam as frutas em uma prensa hidráulica e o suco e os óleos são extraídos simultaneamente. Os óleos são, então, removidos com água, em uma emulsão formada por óleos, água e outras partículas sólidas. Essa mistura passa, então, por um ciclone, obtendo-se uma fase rica em óleo, uma fase rica em água e uma fase rica em sólidos. A fase rica em óleo passa em seguida por uma série de centrífugas para clarificação e concentração e depois passa por uma decantação para a separação final.

Esse método não é utilizado apenas para extração de óleos de frutas cítricas, mas também de certos óleos vegetais, como amêndoas, castanhas e outros que, em aromaterapia, são muito utilizados para veicular ou diluir os óleos essenciais propriamente ditos.

Figura 5. Prensagem a frio para extração de óleos essenciais

O presente texto pertence ao autor e não deve ser reproduzido sem autorização da BetaEQ e do mesmo.

Autoria de: Clarissa Alves Biscainho

Engenheira Química de Empresa Multinacional – Alemanha

Fontes: Métodos de Extração de Óleos EssenciaisHow Products Are MadeHow Perfumes Are Made.