INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA INDÚSTRIA QUÍMICA

Derivada do Latim, a palavra INOVAÇÃO faz referência a um novo método, ideia ou criação. Na indústria, inovação tecnológica está atrelada à pesquisa e desenvolvimento (P&D) e faz parte da rotina industrial, pois é um fator determinante na competitividade e faz com que a empresa esteja sempre à frente. A tecnologia é fator de destaque no desempenho e na produção com o objetivo de otimizar processos, melhorar a qualidade de produtos e serviços e reduzir custo, portanto a inovação tecnológica deve ser um fator constante no dia-a-dia do engenheiro químico.

Pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Como consequência da revolução industrial, no século XVIII, a procura por bens de consumo como vidro, sabão e têxteis cresceu, obrigando as indústrias a inovar para que a produção atendesse a demanda. No final do século XIX a inovação começou a ganhar espaço juntamente com o surgimento da engenharia química, fazendo com que a indústria química fosse revolucionada, deixando de se tratar apenas de tubulações e reservatórios e se tornando um estudo e aplicação de processos subdivididos em etapas.

Indústria química em Cheshire, UK em 1800.

Com a consolidação da profissão, o engenheiro químico sempre esteve em contato com a inovação, apresentando novas rotas para um determinado processo ou, ainda, obter novos resultados a partir do mesmo processo. Assim, a inovação aplica-se em todos os setores da empresa, desde a criação de um novo produto até a área gerencial.

Na Engenharia Química, a versatilidade da profissão proporciona o desenvolvimento de soluções inovadoras para os mais variados segmentos, desde insumos agrícolas até o setor de perfumaria. Nos Estados Unidos, pesquisadores da Universidade de Standford, inovaram ao transformar poliacronitrila, um polímero obtido através da polimerização do nitrila de acrílico e utilizado em luvas cirúrgicas, em um filtro de ar de malha de microfibras com capacidade de reter até dez vezes o próprio peso em partículas. Uma das inovações na Finlândia foi a solução para as enchentes que atingem as grandes cidades. Os pesquisadores do Centro de Pesquisas Tecnológicas desenvolveram um pavimento oriundo da mistura de concreto de alta permeabilidade, asfalto e brita fina, que é capaz de absorver água da chuva.

Concreto permeável – solução da indústria química para a construção civil.

Enquanto isso, no Brasil, A Embrapa Instrumentação inovou no segmento de alimentos com a criação de uma película comestível que suporta elevadas temperaturas e pode ir ao forno sem precisar ser removida do alimento. A película assemelha-se aos plásticos convencionais, no entanto tem o espinafre, mamão, goiaba e tomate como matéria-prima.

A indústria química no Brasil está entre os setores que mais recebem iniciativas de P&D, destacando as áreas de açúcar e álcool, biocombustíveis, pneus, alimentos, bebidas, petróleo e gás.

Número de empresas beneficiadas pelas legislação de inovação.

Apesar do potencial em pesquisas, o Brasil investe apenas 1,2% do seu Produto Interno Bruto (PIB) em desenvolvimento, pesquisa e inovação. Muitas empresas ainda temem o investir em pesquisas, pois, geralmente, o foco das grandes indústrias é a redução de custos. Entretanto, é importante compreender que o investimento em inovação tecnológica gera resultados positivos para a empresa. Em escala global e econômica, o Brasil não pode ser considerado um país competitivo, possui altos custos de transação, o que inibe o desenvolvimento de inovações.

Este texto contém informações e citações empresariais. A BetaEQ informa que não possui parcerias com a empresa em questão e sendo assim garante que o texto é estritamente informativo.

Autoria de: Camila Teles de Rietra Garcia

Estudante de Engenharia Química da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri         (UFVJM) – Diamantina, MG

Fonte: A inovação tecnológica no Brasil, História da engenharia química, Inovações da química criam soluções em todas as indústrias, Inovação na Engenharia Química, Pavimento impermeável pode minimizar enchentes urbanas.