ENGENHARIA QUÍMICA NA PRODUÇÃO DE PRODUTOS NA ÁREA CIVIL

A engenharia química é responsável pela transformação de matérias primas em bens de consumo, sempre se empenhando ao desenvolvimento, dimensionamento, melhoramento, aplicação dos processos e dos produtos, a análise econômica, dimensionamento, construção, operação, controle e gestão das unidades industriais que efetivam esses processos, como também a pesquisa e desenvolvimento nesses campos. Para o estudo de produtos para a área civil essa engenharia se liga a ciência dos materiais que é o campo relativo ao estudo das propriedades dos materiais e a relação entre a sua estrutura em escalas atômicas ou moleculares com suas características macroscópicas, incorporando elementos da física e da química como as formas de caracterização e processamento.

Grande parte das etapas da engenharia em um processo construtivo envolve a química como:

  • Reações de oxidação de armadura;
  • As tintas, solventes e vernizes;
  • As ligações elementos químicos nos diversos tipos de solda;
  • A deterioração de estruturas perto de ambientes agressivos (mar, poluição);
  • Reações químicas do processo de fabricação de concretos e argamassas;
  • Para determinado ambiente industrial com gases agressivos-corrosivos, é necessário conhecimentos de química para determinar qual a composição requerida das tintas (escolher que tinta empregar) para proteger uma estrutura metálica;
  • A composição (química) de certos cimentos e agregados (areia, pedra) pode resultar em efeitos indesejáveis no concreto (reações químicas expansivas e ou corrosivas à armadura) no decorrer do tempo. Analisando os mesmos; há possibilidade de empregar aditivos que neutralizem estes efeitos;
  • Para soldar determinado tipo de aço é necessário saber a composição química que esse aço possui para escolher o eletrodo de solda correto, isto é, que tenha composição química compatível;
  • Nas galerias de esgotos, o gás emanado dos “fluídos” conduzidos favorece a proliferação de bactérias que literalmente “comem” o concreto dos tubos, enfraquecendo os mesmos (química e biologias)… e por aí afora, há inúmeros outros exemplo.

Além dos produtos de construção na área civil e de acabamento convencionais que conhecemos, existem produtos que cumprem finalidades específicas dentro de uma obra. Dentro desse universo, estão presentes os químicos que tanto podem ser produtos formulados quanto produtos químicos in natura, os quais adicionados ou misturados com cimento, areia, argamassas, etc, onde modificam as propriedades, gerando soluções específicas para as necessidades das obras. Normalmente esses produtos são utilizados para impermeabilização, reparo de trincas e fissuras, prevenção de patologias em argamassas, modificação de concreto e ainda como aditivos para argamassas colantes e rejuntes.

Um exemplo da Engenharia Química na construção civil é com a produção do concreto permeável, um produto que não possui em sua composição uma quantidade considerável de areia, desta forma, a estrutura porosa contém cavidades que facilitam a passagem da água. A utilização deste tipo de concreto nas construções é uma alternativa sustentável, que permite a coleta das águas pluviais e seu reuso. Outro exemplo são as argamassas colantes, onde a maioria são constituídas à base de cimento, agregados e aditivos químicos não tóxicos, que possibilitam após a adição de água, a formação de uma pasta viscosa, plástica e aderente, existe uma argamassa apropriada para cada tipo de utilização, com isso, há uma otimização na construção civil.

O mercado sempre está à procura de produtos que sejam mais em conta e que tenham mais qualidade e isso é a luta diária de um engenheiro químico, pois esse profissional além de garantir a qualidade desde a matéria-prima ao produto acabado, sempre está em busca de inovações que permitam o aparecimento de produtos melhorados ou novos produtos ao mercado, para atender cada vez mais não só a área da construção como diversas outras.

Referências

Argamassa colante

Ciências dos Materiais

Faculdade de Engenharia Química. Breve histórico da Engenharia Química e novas tendências

Tecnologia de Concreto Permeável 

Química contribui para a construção civil