COSMÉTICOS IV: A TECNOLOGIA DOS COSMÉTICOS

Os cosméticos tecnológicos, com fórmulas exclusivas e sob medida se transformam na grande aposta nas indústrias desse ramo. A busca da beleza e da juventude gera exigências cada vez maiores! Portanto, é necessário que as indústrias invistam em meios para agradar a seus clientes. E nisso, a tecnologia vem auxiliando nesse processo, trazendo resultados muito positivos ao setor.

A utilização de um produto cosmético representa um gesto importante na manutenção da saúde, aparência e funcionalidade da pele. O século XXI acelerou ainda mais a evolução e a expansão da ciência cosmética, da tecnologia da beleza e da indústria cosmética que, atualmente, se destaca como uma das mais competitivas do mundo.

As pesquisas científicas vêm proporcionando não só a utilização de novas matérias-primas e de novas tecnologias na produção de cosméticos cada vez mais sofisticados e de ação mais eficiente, como caminham em direção à manipulação genética para maior eficácia de cosméticos que são lançados a todo o momento no mercado mundial.

A função de um produto cosmético é determinada pela ação dos princípios ativos. Quanto maior for o grau de penetração na pele, maior a atividade e ação do produto nas regiões aplicadas. E é justamente aí que a Cosmetologia entra em questão, já que é a ciência que estuda os cosméticos desde a sua elaboração até a aplicação. Além disso, estuda a interação de seus efeitos quando utilizados em seres humanos, bem como as regras que regem suas funcionalidades, sejam elas de natureza física, química, biológica ou microbiológica.

Essa ciência está totalmente ligada à biotecnologia, que consiste no emprego de agentes biológicos – células, moléculas, organelas e organismos – no desenvolvimento de ativos para uso cosmético com diferentes ações, sendo ela um das tecnologias associadas aos cosméticos e produtos de higiene.

Na área que envolve cuidados com a beleza, para suprir a demanda de cosméticos mais eficazes e estáveis imposta pela sociedade, houve a necessidade de mudanças. As tecnologias aplicadas aos cosméticos, de acordo com o Estudo Prospectivo do Setor de Cosméticos, desenvolvido pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) indicam os produtos cosméticos que utilizam a nanotecnologia, outra forma tecnológica para manuseio desses produtos.

Nanotecnologia é o conjunto de técnicas multidisciplinares que permitem o domínio de partículas com dimensões extremamente pequenas. Essencialmente, é manipular e controlar materiais no nível atômico e molecular. Dessa forma, na pesquisa de novos produtos, desenvolveram formulações cosméticas contendo nanoestruturas variadas.

A nanotecnologia pode estar inserida nos cosméticos de diferentes formas: aplicada na preparação de suas bases, no caso das nanoemulsões; ou em seus princípios ativos nanoencapsulados. Podem estar presentes nos mais variados tipos de produtos, como maquiagens, perfumes, protetores solares. E assim surgem os nanocosméticos, que pode ser definido como sendo uma formulação cosmética que veicula ativos ou ingredientes nanoestruturados apresentando, portanto, um melhor desempenho em comparação aos produtos convencionais.

Atualmente, a nanotecnologia voltada para a cosmética concentra-se principalmente em produtos destinados à aplicação na pele do rosto e do corpo, com ação antienvelhecimento e de fotoproteção. As nanoestruturas funcionam como reservatórios que controlam a profundidade de penetração do cosmético na pele e a velocidade com que o ativo será liberado, figura 6.

Os nanocosméticos podem transportar princípios ativos através de poros cutâneos e liberá-los espontaneamente quando a penetração desejada é alcançada, com baixas taxas de irritabilidade e baixa toxicidade. Essa tecnologia permite um fornecimento constante do princípio ativo às diferentes camadas da pele. Além disso, permite obter produtos capazes de se adaptar às variações fisiológicas da pele. Assim, os cosméticos cuja ação é baseada na nanotecnologia tem eficácia aumentada com aplicação de doses menores.

Figura 6: Transporte de princípios ativos na pele fazendo uso da nanotecnologia

Os nanocosméticos aparecem principalmente com ação anticelulite, anti-idade, antirrugas, hidratação profunda, clareamento de manchas, capilar, fotoproteção e até maquiagem. Sua intensidade aprimora os conceitos de embelezamento e consumo, o que aperfeiçoa o ramo tecnológico dos cosméticos.

Essas inovações e tecnologias são absolutamente necessárias porque a beleza é uma busca interminável que requer constantemente um maior nível de desempenho. O desejo incessante de ampliar os limites do conhecimento tecnológico no ramo dos cosméticos é uma forma das empresas estarem abertas a novas oportunidades de criar produtos que são verdadeiramente diferentes e surpreendentes para seu público.

Visar à sustentabilidade, por exemplo, faz dos avanços nas pesquisas cosméticas uma tendência tecnológica mundial concentrada nos produtos naturais e na biodiversidade relacionada a plantas, óleos essenciais, frutas e sementes como fontes de matérias-primas e princípios ativos para uso em produtos cosméticos.

A empresa pioneira nos cosméticos nanotecnológicos foi a Lancome® no ano de 1995. No Brasil, o início da revolução se deu pelo Boticário® e pela Natura®, todas com o intuito de aumentar o número de consumidoras.

Figura 7: Produtos Lancome® que utilizam nanotecnologia

À medida que têm sido descobertas novas propriedades dos materiais quando os mesmos estão em escala nano, expectativas positivas em relação ao potencial de aplicação deste conjunto de tecnologias em todos os setores vêm se intensificando. A convergência com outras áreas tecnológicas cria novos processos industriais e novos produtos, originando novas indústrias e mercados.

Quanto mais avançam esses produtos mais benefícios os consumidores, como você, caro leitor, possuem. Os cosméticos podem proporcionar a mulheres e homens bem-estar, autoconfiança e uma abertura para os outros e é por isso que somos apaixonados por eles. Seu rosto, seu corpo, sua pele são seu cartão de visita e os cosméticos estão aí ao nosso dispor. Então, faça bom uso deles!

REFERÊNCIAS

Você conhece a cosmetologia?

Como a nanotecnologia irá transformar o mundo como o conhecemos 

O que é cosmetologia?

A importância da cosmetologia no segmento estético

O avanço das tecnologias fundamentadas em nanoestruturas para aplicação em produtos cosméticos

Para ler os outros textos da Série Cosméticos, acesse os links abaixo:

COSMÉTICOS I: ORIGEM DOS COSMÉTICOS

COSMÉTICOS II: CLASSIFICAÇÕES E APLICAÇÕES DOS COSMÉTICOS

COSMÉTICOS III: MATÉRIAS PRIMAS E PROCESSO DE PRODUÇÃO DOS COSMÉTICOS