A IMPORTÂNCIA E A NECESSIDADE DO MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Um dos grandes problemas atuais é o lixo. Quando o homem coloca o lixo para o lixeiro ou o deposita em terrenos baldios, resolve o seu problema individual, não prestando atenção que as áreas de lixo nas cidades estão cada vez mais escassas e que o lixo jogado em terrenos baldios favorece o desenvolvimento de transmissores de doenças.

Lixo é todo e qualquer resíduo sólido resultante das atividades humanas. Segundo dados do IBGE, no Brasil, o lixo é composto na sua maior parte por matéria orgânica.

De acordo com sua composição química, o lixo pode ser classificado como orgânico e inorgânico. O lixo orgânico é resultante de restos de ser vivo animal ou vegetal; enquanto o inorgânico é resultado de material sem vida.

Lixo orgânico

Lixo inorgânico

Segundo dados do CEMPRE, materiais como vidro, metal e plástico em geral correspondem a 44% dos materiais recicláveis coletados, sendo considerados inorgânicos. Já o papel e o papelão, que podem ser reciclados, são considerados como inorgânicos e representam 40% do total.

Os metais são extraídos da natureza na forma de minérios. O alumínio, metal bastante utilizado na embalagem de alimentos e em latas de bebidas, é extraído da bauxita. Quando depositados em aterros sanitários, alguns metais se desintegram e voltam a ser minério, mas o tempo é de dois a quatro anos para o aço e um tempo ainda maior para o alumínio, podendo ainda não ser uma desintegração completa.

Latas de alumínio

Já o vidro, atualmente fabricado através da areia, quando levado para os aterros sanitários, não se decompõe, diminuindo a vida útil do local e causando danos ao meio ambiente.

Garrafas de vidro

Os plásticos geralmente são produzidos através do petróleo para serem transformados em resinas plásticas, que darão origem a diferentes tipos de plástico. Quando esses restos de plástico são enterrados, eles não se decompõem.

Plásticos

Desta forma, é importante a coleta seletiva para a reciclagem, de modo a preservar o ambiente. Para isso, é preciso o engajamento de toda a sociedade, colaborando com a construção de uma mudança de mentalidade e de hábitos em relação ao lixo, por isso, é importante um constante trabalho de Educação Ambiental para a comunidade em geral. Afinal, o município é responsável pela coleta, transporte, tratamento e disposição do lixo; o Estado é responsável pela fiscalização ambiental; a União a definição das normas gerais; enquanto é dever de todos da comunidade respeitar a cuidar dos seres vivos, melhorar a qualidade da vida humana, conservar a vitalidade e diversidade do Planeta Terra, minimizar o esgotamento dos recursos não-renováveis e construir uma aliança global capaz de mudar o mundo para melhor.

Referências

Composição do lixo 

Compromisso Empresarial para Reciclagem

Lixo e efeito estufa

Vidro

Metal

Plásticos

Papel

Educação ambiental e cidadania