A CIÊNCIA POR TRÁS DO HALO SOLAR

O halo solar é um fenômeno óptico que ocorre na troposfera, ou seja, a camada mais baixa da atmosfera terrestre, com espessura de 12 km e até 17 m de altura. Nesta região, a luz do Sol é refratada e refletida por pequenos cristais hexagonais de gelo e, em virtude deste formato e da orientação desses cristais de gelo, forma-se o halo. De um modo mais simples a se dizer, os cristais de gelo funcionam como espelhos das luzes, causando a dispersão dos raios solares.

Halo solar

            A formação da coloração de arco-íris no halo solar é devido ao fenômeno de dispersão da luz, que entra nos cristais de gelo na forma de luz policromática (branca) e, após sofrer duas refrações consecutivas de ar-gelo e gelo-ar, é espalhada em suas sete cores.

Representação de um prisma

            São os cristais de gelo os responsáveis pelo papel de prisma. Quando a luz os atinge, uma pequena parte é refletida e a maior parte sofre as refrações que irão ocasionar a dispersão da luz.

Curiosidades

  1. O halo solar não é redondo por causa do Sol, mas porque os cristais de gelo possuem formato hexagonal e refletem a luminosidade em formato de círculo.
  2. Há a existência do halo lunar, mas sua percepção é difícil por causa da escuridão, tornando difícil a observação do arco-íris.

A questão é que esse fenômeno é raro e difícil de ser observado por muitos. Se você conseguiu ver algum até hoje, teve sorte. Mais uma vez, a Ciência mostrando suas belezas nos fenômenos naturais!

 

REFERÊNCIAS

Halo Solar 

Fenômeno do Halo Solar 

Fenômeno raro