FLUIDOS DE PERFURAÇÃO – TEXTO I – FLUIDOS DE PERFURAÇÃO

São fluidos utilizados durante a perfuração de poços, que possuem algumas funções básicas. Também são conhecidos como lama de perfuração.

Os fluidos de perfuração são vistos de diferentes maneiras, no início eram somente uma mistura lamacenta de água e argila, atualmente o homem vem desenvolvendo novas formas para aprimorar os métodos de perfuração de poços e os fluidos de perfuração agora são misturas complexas de sólidos, líquidos, produtos químicos e, por vezes, até gases.

O fluido de perfuração tem que ser estável do ponto de vista químico, estabilizar as paredes do poço mecânica e quimicamente, facilitar a separação dos cascalhos na superfície, manter os sólidos em suspensão quando estiver em repouso, ser inerte em relação a danos às rochas produtoras, aceitar qualquer tratamento, físico e químico, ser bombeavel, apresentar baixo grau de corrosão e de abrasão em relação à coluna de perfuração e demais equipamentos do sistema de circulação, facilitar as interpretações geológicas do material do poço e apresentar custo compatível com a operação.

Pela definição são dispersões complexas de sólidos, líquidos e gases, usualmente constituídas de duas fases: uma dispersante (aquosa ou orgânica) e outra dispersa, cuja complexidade depende da natureza dos produtos dispersos, requisitos e funções necessárias. São divididos em:

  • Fluidos à base de base água:

Podem ser os convencionais que são basicamente constituídos de água (industrial, água do mar e salmoura), bentonita (argila ativada), controladores de pH e adensantes. São fluidos que apresentam baixíssimo preço de produção sendo amplamente utilizados durante as fases iniciais de perfuração. Ou ainda os poliméricos que são constituídos basicamente de água (industrial, água do mar e salmoura), polímeros (viscosificantes, redutores de filtrado, inibidores de argila, encapsuladores) e adensantes.

  • Fluidos à base de óleo:

São aqueles cujo fluido base é um produto de petróleo como diesel, querosene ou n-parafinas. Fluidos à base de óleo são utilizados por muitas razões tais como melhor característica de lubricidade, maior inibição de xisto e maior capacidade de limpeza com menor viscosidade.

  • Fluidos à base de ar:

É a injeção de ar atmosférico ou gás natural para dentro do poço. Além destes, por questões de projeto, pode-se criar um fluido de perfuração oriundo da mistura do meio líquido com o gasoso. Se a maior parte da sua composição for a água, diz-se que o fluido é uma mistura denominada água aerada. Caso a mistura seja mais rica em gás, chama-se de espuma.

Os fluidos de perfuração são importantíssimos numa etapa da perfuração de poços, isso se justifica pela função desempenhada durante a operação de perfuração. mas infelizmente muitas das formulações dos fluidos de perfuração possuem constituintes que em maior ou menor grau apresentam características tóxicas, corrosivas, ou ainda agressivas ao meio ambiente.

Se interessou no assunto? Curioso por mais? Então se liga nos próximos textos da nova série de textos da BetaEQ!!

Referências:

Fluídos de perfuração  

ADITIVAÇÃO DE FLUIDOS DE PERFURAÇÃO

Fluidos de perfuração 

Caracterização dos fluidos