PLASMA: O QUARTO ESTADO FÍSICO DA MATÉRIA

Desde sempre, aprendemos a existência dos três estados físicos da matéria: sólido, líquido e gasoso. Porém, com o avanço das descobertas da ciência, foi descoberto o quarto estado da matéria: o plasma.

Para a formação do plasma, a matéria no estado gasoso deve ser aquecida a temperaturas muito elevadas, como é o caso do núcleo das estrelas, em que algumas regiões são de 84.000ºC. Esta temperatura faz com que as moléculas do gás se rompam e formem átomos livres que irão perder e ganhar elétrons, de maneira a gerar íons.

O que diferencia o plasma e o faz o quarto estado físico da matéria são suas características particulares. O plasma é um condutor elétrico devido a suas partículas carregadas, sendo capaz de responder fortemente a campos eletromagnéticos e formando estruturas (raios e filamentos). Além disso, o plasma não só reage, como também gera campos magnéticos.

Porém, na Terra, o plasma só ocorre em situações específicas. Um exemplo são os reatores de fusão nuclear, sendo o mais conhecido o Tokamak, nos Estados Unidos. Este reator funciona a uma temperatura de 100 milhões de ºC, que ocorre por meio de reações de fissão controladas; no seu interior fica preso o plasma, local onde ocorre a fusão termonuclear controlada de isótopos leves de hélio e hidrogênio, gerando uma quantidade absurda de energia.

Tokamak

Outro exemplo são as lâmpadas fluorescentes e em processos de esterilização.

Lâmpada de plasma

Na natureza, encontram-se os plasmas naturais, como é o caso das Auroras Austral e Boreal, que são resultado da excitação de átomos da atmosfera, quando bombardeados por partículas carregadas expelidas do Sol e defletidas por campo geomagnético.

Aurora boreal

A Ciência e o avanço da tecnologia cada vez mais surpreendendo a todos. E vocês, já sabiam da existência do quarto estado físico da matéria?

REFERÊNCIAS

Quarto estado da matéria 

Plasma