ÓCULOS DE GRAU

Manter uma rotina de cuidados diários com os olhos, como fazemos com a pele do rosto ou cabelo, por exemplo, não é algo comum na rotina de grande parte da população.

As doenças oculares, em geral, apresentam evolução progressiva e relativamente silenciosa. É comum, portanto, descobrirmos o problema apenas quando já está bem avançado.

Nossos olhos têm lentes que focam a luz na retina, ou na parte de trás do olho. A retina modifica a luz em sinais elétricos que são enviados para o cérebro, que usa esses sinais para criar uma imagem do que você vê.

A córnea e a lente dobram a luz que penetra para que a imagem seja focada na retina, que está localizada na parte de trás do olho. Os olhos de muitas pessoas tem uma forma anormal. Isso significa que a lente não pode focar a luz na retina. Dependendo do tipo de problema de visão que você tem, a luz pode cair na frente ou atrás da retina. Isso cria uma imagem embaçada.

Muitas pessoas têm problemas para ver objetos próximos ou distantes. Isso é chamado de erro de refração e é o tipo mais comum de problema ocular. Os erros de refração são causados ​​pela forma dos olhos serem anormais. Isso significa que o olho não dobra a luz do jeito certo para criar uma imagem clara, como citado previamente. Usar óculos é uma maneira de corrigir a visão e ajudar os olhos a verem claramente.

Os óculos de grau servem para corrigir erros de refração, isto é, a dificuldade para enxergar devido a algum problema ocular, como a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo. Dores de cabeça e nos olhos, vista embaçada e mal estar decorrente de esforço visual, como a leitura, são sinais de que é preciso usar lentes de correção.

De acordo com os especialistas, os óculos são a quinta invenção mais importante desde que a humanidade descobriu o fogo e inventou a roda. O motivo: pela primeira vez na história, milhões de pessoas puderam ver bem, apesar de terem problemas de visão.

Isso pode parecer pouco relevante hoje, mas o fato é que, por muitos séculos, simplesmente não havia nenhuma solução para pessoas com problemas de visão – os óculos ainda não tinham sido inventados. O desenvolvimento dos óculos modernos que conhecemos hoje demandou muito tempo. O processo exigiu muita experimentação, e muitos tipos de óculos surgiram e desapareceram.

Inclusive, a opção de usar óculos é válida para pessoas que não têm grau. Nesse caso, é possível lançar mãos de modelos para visão simples com lentes ultrarreflexo e antirreflexo, por exemplo. Elas são capazes de melhorar o conforto ocular de quem tem fotofobia, a aversão à luz. São também excelentes alternativas para quem deseja evitar a presbiopia, chamada popularmente de vista cansada.

Os óculos com lente antirreflexo podem ser usados, ainda, por pessoas que passam longas horas em frente ao computador. Eles protegem os olhos à medida que eliminam o alcance danoso da luz artificial sobre a visão. Além disso, contribuem para a melhora e o conforto na leitura.

Contudo, além de ser um acessório comumente utilizado e que nunca saiu de cena após seu desenvolvimento, escolher os óculos apropriados em todas as circunstâncias manterá seus olhos seguros. Atente-se aos sinais e não deixe de procurar um especialista para resolver o seu caso.

 

REFERÊNCIAS

A história dos óculos

A importância do uso de óculos de grau e como funcionam 

A importância dos óculos para os olhos 

Óculos de grau: qual a importância? Como escolher?