QUÍMICA FORENSE III: TÉCNICAS FORENSES

A química forense é fascinante. Quantas vezes não ficamos impressionados quando os peritos da ficção descobrem vestígios de sangue apenas borrifando um líquido “mágico”? Vamos entender como toda a mágica acontece? Como discutido em episódios anteriores, o trabalho de um químico forense resume-se basicamente na análise de amostras colhidas durante a investigação, provenientes dos locais[…]

QUÍMICA FORENSE II: AS FERRAMENTAS POR TRÁS DAS ANÁLISES

Aplicar uma diversidade de conhecimentos científicos para solucionar perguntas de interesse legal ou jurídico é o objetivo central das ciências forenses. Decifrar quem fez uma determinada atividade e como ela foi realizada pode parecer uma empreitada misteriosa e instigante. Entretanto, a atividade forense não é feita de milagres, mas sim de muita ciência! Vamos entender[…]

QUÍMICA FORENSE I: A ORIGEM

Quem é fã dos filmes e séries de ação e suspense que falam sobre perícia criminal, certamente, já se perguntou como as análises químicas ajudam a decifrar crimes. As respostas são obtidas graças à junção de várias ciências, dentre as quais está a química forense. Quer entender um pouco mais sobre a Química Forense? Acompanhe-nos[…]

PETRÓLEO IV: DERIVADOS DO PETRÓLEO

Plásticos, cosméticos, asfalto, remédios, tecidos sintéticos são alguns exemplos de aplicações de subprodutos originados na destilação do petróleo. Conheça agora quais são esses produtos e sua funcionalidade nas mais diversas áreas industriais. Vimos nos episódios anteriores que o petróleo pode ser encontrado no fundo dos oceanos, bem como no solo, em rochas sedimentares. Além disso,[…]

PETRÓLEO III: PROCESSO DE OBTENÇÃO E REFINO

Como vimos no episódio anterior, a formação do petróleo é caracterizada pelo acúmulo de material orgânico sob condições específicas de pressão e isolamento em camadas do subsolo de bacias sedimentares, sofrendo transformações por milhares de anos. Nesse episódio, aprofundaremos nossa série para que conheçamos as formas de obtenção e refino deste produto. Após ter conhecido[…]

PETRÓLEO II: ORIGEM E COMPOSIÇÃO QUÍMICA

A química é a essência da vida, todos sabemos. Ela está presente em tudo à nossa volta! Não obstante, ela também se faz presente no petróleo, dando a ele características particulares e importantes para seu manuseio. Apresentaremos aqui a origem e essência desse produto eminente. Do latim petra (pedra) e oleum (óleo), o petróleo é[…]

PETRÓLEO I: HISTÓRIA DO PETRÓLEO

O petróleo é um combustível fóssil composto principalmente por hidrocarbonetos e que, depois do processo de refinamento, dá origem a várias frações usadas em nosso cotidiano. Você sabia que o petróleo é atualmente uma das fontes de energia mais utilizadas no mundo? Sua história, você conhece? O primeiro episódio dessa série quer te apresentar o[…]

PROCESSO DE ABSORÇÃO

Processos de absorção são facilmente encontrados nas indústrias, e são considerados operações de separação de um composto presente em uma mistura gasosa, por um líquido, através da solubilidade entre os dois. Esse processo ocorre dentro de uma torre/coluna de absorção, e geralmente, acontece em contracorrente. As indústrias utilizam esse processo para obter/recuperar um composto gasoso,[…]

REAÇÃO ALUMINOTÉRMICA – TERMITE

Termite é um tipo de reação aluminotérmica entre o alumínio e um óxido metálico, onde o alumínio será oxidado, resultando em um metal líquido. Foi desenvolvida por Johann Wilhelm Goldschmidt, com o objetivo de obter metais com um teor de pureza elevado e em 1899 passou-se a ser utilizado em soldagens, principalmente para as linhas[…]

RenovaBio – A NOVA ESTRATÉGIA PARA O SETOR DE BIOCOMBUSTÍVEIS

O RenovaBio é a Política Nacional dos Biocombustíveis que surgiu, de forma indireta, em decorrência da ratificação do Acordo de Paris pelo Governo Brasileiro em 2016. É estabelecida pela Lei n° 13.576/2017 e possui como principal objetivo traçar estratégias conjuntas para promover o papel dos biocombustíveis na matriz energética brasileira. A Política de Estado não[…]

DESTINAÇÃO NOBRE À LIGNINA

A lignina é o segundo polímero natural mais abundante da Terra, ficando atrás somente da celulose, correspondendo a cerca de 30% de todo o carbono orgânico não fóssil da Terra. É um material amorfo, fundamentado por três estruturas fenilpropanóides (álcool coniferílico, álcool sinapílico e álcool p-cumarílico) que juntos, dão origem a um amplo número de[…]

MÉTODO DA CROMATOGRAFIA

A cromatografia é um método físico de separação de uma mistura complexa. De maneira simples: uma fase móvel (gás ou líquido) passa lentamente, por ação da gravidade ou sob pressão, através da fase estacionária (sólido ou líquido). Cada componente presente na mistura passa pelo sistema em velocidades diferentes, alguns levando mais tempo que outros, esse[…]

QUÍMICA FORENSE – TÉCNICAS ANALÍTICAS USADAS NA RESOLUÇÃO DE CRIMES

A química forense é a área responsável por desvendar o que aconteceu em um crime, como e qual o material utilizado em um homicídio, assim como, os possíveis desencadeamentos de um incêndio. Para tanto, o profissional precisa se deter de técnicas analíticas precisas e certeiras, pois os resultados são utilizados para embasamentos de decisões judiciais,[…]

PRODUÇÃO DE UREIA E SUA APLICAÇÃO EM COSMÉTICOS

A ureia é um composto incolor, insípido e inodoro à temperatura ambiente. Possui densidade 1,32 g/cm³ e solubilidade em água em 20˚C igual a 1080 g/L. Também possui como característica o ponto de fusão na faixa entre 133-135˚C e não possui ponto de ebulição, em razão de se decompor antes de atingir a temperatura para[…]

PRODUÇÃO DE REFRIGERANTES

Os refrigerantes, bebidas gaseificadas, saborizadas e não alcoólicas, surgiram na Europa no século XVII. Inicialmente, essa bebida era composta apenas por água e sumo de limão, pois ainda não se conhecia o processo de carbonatação da água, o qual foi descoberto em 1760 pelo cientistan Joseph Prietsley. Contudo, somente anos depois, em 1830, foi que[…]

PRODUÇÃO DE CANETAS E SUAS TINTAS

Todos os dias utilizamos materiais tão comuns presentes no cotidiano que muitas vezes não paramos para pensar como se dá o seu processo de fabricação, como por exemplo, as canetas. Embora os avanços na tecnologia sejam cada vez maiores, ainda há momentos em que a caneta se torna imprescindível, como assinar documento. Nos dias hodiernos,[…]

A QUÍMICA DO PETRÓLEO

Como visto no texto Impacto Ambiental dos Combustíveis Fósseis, o petróleo é um dos principais recursos naturais encontrados na natureza, sendo proveniente da decomposição da matéria orgânica. Sua composição química é dada através da combinação de hidrocarbonetos (carbono e hidrogênio) e pode conter pequenas quantidades de nitrogênio e oxigênio. Para a obtenção de seus derivados[…]

IMPACTO AMBIENTAL DOS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS

Os combustíveis fósseis são recursos naturais encontrados na natureza e existem três tipos principais: o petróleo, o gás natural e o carvão mineral. O processo de formação é devido as plantas, animais e matéria viva, que ao morrer se decompõem, isto é, esses recursos possuem origem de matéria-prima a partir da decomposição de resíduos orgânicos,[…]

ENGENHARIA QUÍMICA E A CONSTRUÇÃO CIVIL

Ao realizar uma construção, independente da finalidade, muitos materiais serão utilizados e para que pudéssemos usa-los, muitos profissionais (engenheiros químicos e químicos) analisaram cada propriedade e particularidade, assim como, identificaram um compósito bastante comum nos dias de hoje, o concreto. Nos dias hodiernos, vários estudos vêm sendo realizados nessa área para diminuir custos e aumentar[…]

NÍVEL SIGMA DE UMA INDÚSTRIA

O mercado, os clientes e a concorrência evoluíram drasticamente a ponto de exigir que o processo produtivo seja o mais eficiente possível. A eficiência de um processo não se limita apenas em indicadores financeiros, agregou-se o conceito de qualidade. Por meio deste novo conceito de indicadores é possível dimensionar a capacidade efetiva de ações e[…]

GERECIAMENTO DE PROCESSOS: CICLO PDCA

Primeiramente, processo é qualquer encadeamento de atividades realizado para alcançar um resultado. Diferentemente do senso comum, um processo não se limita a operações produtivas ou industriais, abrangendo qualquer tarefa que exija uma subsequência de ações. Contudo, se um processo não for bem gerenciado, este demandará muito esforço para pouco resultado. A ausência de uma rotina[…]

ALIMENTOS TRANSGÊNICOS

Vamos abordar mais detalhadamente sobre um dos principais alvos de polêmicas dentro do setor industrial alimentício: os transgênicos. Isso porque ainda existem muitos mitos envolvendo essas tecnologias e certas inseguranças em relação ao seu consumo muitas vezes acabam mascarando os principais problemas no que diz respeito ao uso dessa tecnologia. Desde os primórdios do cultivo[…]

TROCADORES DE CALOR

Grande parte das indústrias químicas necessitam, em alguma etapa, que um fluido seja aquecido, resfriado, fervido, condensado, esterilizado, pasteurizado entre outros processos que requeiram a mudança de temperatura. As indústrias petroquímicas, refinarias, cervejarias e usinas de geração de energia são apenas alguns exemplos de de aplicação dos trocadores de calor, equipamentos que possuem configuração variável[…]

ENGENHARIA GENÉTICA APLICADA – PRODUÇÃO DE INSULINA SINTÉTICA

O pâncreas é o órgão do corpo humano responsável pela produção da insulina, hormônio que regula a quantidade de açúcar no sangue. Entretanto, pessoas diabéticas possuem deficiência na produção ou nos receptores do hormônio o que prejudica a sua função. Esta deficiência no nosso organismo pode provocar a elevação ou redução do índice glicêmico (taxa[…]

A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES NA ENGENHARIA QUÍMICA – ANSYS FLUENT

Os softwares se tornaram ferramentas fundamentais para o dia a dia de um engenheiro. Essas ferramentas computacionais são utilizadas com o intuito de aumentar a precisão de análises, realizar simulações e controle processos em diversos setores da indústria química. A indústria petroquímica e as refinarias de petróleo, devido ao seu poder econômico, foram uma das[…]

REFINO DE ÓLEOS VEGETAIS

Óleos vegetais são extraídos de plantas, geralmente de sementes e frutos. Líquidos a 25ºC, pertencentes à classe dos lipídios, são constituídos por grandes moléculas de ácidos graxos, ou seja, ácidos carboxílicos (-COOH) com uma grande cadeia carbônica, que diferem entre si principalmente pelo tamanho e quantidade de ligações duplas (insaturações) das cadeias. Os óleos vegetais[…]

DESINTOXICAÇÃO IÔNICA – SPA DETOX

O SPA Detox, também conhecido como Desintoxicação Iônica, consiste em um tratamento alternativo visando promover a desintoxicação corporal  por meio dos pés.  Esta terapia destaca-se por proporcionar equilíbrio ao corpo, efeito revigorante, relaxante, melhor oxigenação dos tecidos, além de otimizar os resultados estéticos, como manchas, acne, celulite e alergias na pele, ultrapassando conceitos estéticos e[…]

FLUIDOS REFRIGERANTES – HISTÓRIA E APLICAÇÃO

Fluidos refrigerantes são substâncias químicas que possuem características específicas para a aplicação em processos que requerem refrigeração, podendo ser com a finalidade de armazenamento, climatização de ambientes, conservação de alimentos e outros. Durante o processo de refrigeração, o fluido refrigerante passa, reversivelmente, por mudança de fase de líquido para gasoso através da absorção de calor[…]

PRODUÇÃO DE LEITE EM PÓ

Quando o leite em pó surgiu, em 1832, ele tornou-se uma solução viável para um mundo que ainda não conhecia a geladeira ou outros métodos modernos de conservação. Nesse aspecto, o químico russo M. Dirchoff foi genial. Mas há quem diga que a ideia nem foi tão original assim. Pois o navegador italiano, Marco Polo relatou que[…]

A IMENSIDÃO E A COMPLEXIDADE DAS REFINARIAS DE PETRÓLEO

Refinaria de petróleo é o local onde ocorrem as transformações do petróleo bruto extraído das plataformas de extração em subprodutos essenciais ao dia a dia como gasolina, diesel e querosene. No Brasil existem 17 refinarias distribuídas por todo o território brasileiro (Figura 1), sendo 13 da Petrobrás. Geralmente, os pólos estão localizados próximos aos centros[…]

NANOTECNOLOGIA NA INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS

O setor de cosméticos é divido entre maquiagem (19,3%), perfume (54,7%) e demais produtos (26%) e é um dos mais importantes para a economia mundial, estimado em US$ 90 bilhões. Mundialmente, o Brasil encontra-se em terceiro lugar no ranking de produção e em primeiro lugar na América Latina. Englobando tanto multinacionais quanto pequenas empresas locais,[…]

O USO DE ZEÓLITAS NA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO

Zeólitas são minerais, mais especificamente aluminossilicatos hidratados. Esse mineral foi descoberto em 1756 pelo geólogo suíço Axel Cronstedt (1722-1765) e significa “a pedra que ferve”, pois, ao ser aquecido, esse mineral tem comportamento semelhante ao observado quando fervemos um copo com água. Estes minerais são constituídos, basicamente, por oxigênio, alumínio, silício e metais alcalinos ou[…]

TRATAMENTO DE RESÍDUOS AGREGANDO VALOR AO PROCESSO PRODUTIVO

Desde a Primeira Revolução Industrial, em que os processos industriais começaram a expandir consideravelmente, a sociedade vem adaptando as atividades para que gerem o menor impacto negativo possível. Dentre os impactos negativos de um processo produtivo, destaca-se o produção de rejeitos, os quais exigem uma metodologia adequada para seu descarte. Contudo, durante muitos anos, o[…]

PRODUÇÃO DE GELATINA

“Todos conhecemos a gelatina. Mas você sabe como a gelatina é produzida?” A gelatina é uma substância translúcida, incolor ou amarelada, praticamente insípida e inodora, conhecida e utilizada há mais de três mil anos, principalmente empregada nas indústrias alimentícia, farmacêutica, fotográfica, e outras. Sua principal utilidade é devida à presença de colágeno, uma proteína fibrosa, rica em glicina e[…]

AGRICULTURA 4.0

A agricultura é uma atividade milenar, destacando-se na subsistência, quando fundamentou a formação da maioria das sociedades, até evoluir para atividade econômica. Desde então vem passando por modificações para que consiga atender as exigências dos novos tempos. Com passar do tempo, muitas técnicas relacionadas a eficiência da produtividade foram incorporadas a agricultura, primeiro visando lucros[…]

A ENGENHARIA QUÍMICA E A HISTÓRIA DA PRODUÇÃO DE CERVEJA

A cerveja, uma das bebidas mais antigas do mundo, não é de origem alemã como costumamos pensar. Essa bebida carbonatada vem sendo fabricada desde 4.000 a.C pelos povos da região Mesopotâmia que a utilizavam para o tratamento de doenças e em ocasiões festivas e religiosas. Acredita-se que a cerveja foi “descoberta” de maneira acidental quando[…]

ENERGIA NUCLEAR

Os átomos de alguns elementos químicos apresentam a propriedade de, através de reações nucleares, transformar massa em energia. Esse princípio foi demonstrado por Albert Einstein. O processo ocorre espontaneamente em alguns elementos, porém em outros precisa ser provocado através de técnicas específicas. Existem duas formas de aproveitar essa energia para a produção de eletricidade: a[…]

O PROCESSO DE DESSALINIZAÇÃO DA ÁGUA

É sabido que a quantidade de água doce potável disponível para o consumo humano é mínima, em contra partida, há excedente de águas salinas. Diante deste cenário, a solução fundamentou-se em tecnologias que possibilitaram o consumo de águas com elevados teores salinos. Esta prática é conhecida como dessalinização. Inicialmente, a dessalinização difundiu-se em regiões desérticas[…]

A ENGENHARIA QUÍMICA E A PRODUÇÃO DE PAPEL E CELULOSE NO BRASIL

A indústria de papel e celulose está intimamente ligada, pois um é matéria-prima do outro. O Brasil merece destaque nesse setor, uma vez que os fatores edafoclimáticos permitiram satisfatória adaptação e desenvolvimento do eucalipto (Figura 1), principal fonte de celulose de fibra curta no país. A celulose nem sempre foi a matéria-prima no papel, utilizado[…]

PRODUÇÃO DE AÇO

A fronteira entre o ferro e o aço foi definida na Revolução Industrial, com a invenção de fornos que permitiam não só corrigir as impurezas do ferro, como adicionar-lhes propriedades como resistência ao desgaste, ao impacto, à corrosão, etc. Por causa dessas propriedades e do seu baixo custo o aço passou a representar cerca de[…]