ATOMIZADORES DE COMBUSTÍVEL GIRATÓRIOS

Em uma usina de a carvão ou nuclear, a eletricidade é gerada a partir do vapor à alta pressão produzida em uma caldeira que envia as turbinas a vapor para então produzir eletricidade. As turbinas a vapor operam em dois estágios: altas e baixas pressões. Elas são utilizadas em turbinas de aviões, e em geradores[…]

NANOTECNOLOGIA NA ENGENHARIA QUÍMICA

A nanotecnologia é o estudo e o controlada matéria em nanoescala (dimensões na ordem de 1 a 100 nanômetros), visando a concepção, construção e manipulação de sistemas. O seu estudo e aplicação é de abrangência de diversas áreas como medicina, eletrônica, engenharia dos materiais e engenharia química. Os estudos nessa área estão crescendo cada vez[…]

OZONIOTERAPIA

O ozônio, de molécula O3, é encontrado em uma região da atmosfera denominada de estratosfera, e, para além disse, ele é um gás que permite muitas aplicações, como a ozonioterapia, podendo ser benéfico ao ser humano. A ozonioterapia é um procedimento terapêutico que pode ser administrado em diversas vias do corpo e para a realização[…]

SANGUE

O sangue é primordial na vida dos seres humanos, pois é o responsável por fazer com que as substâncias essenciais cheguem aos tecidos e aos órgãos, mantendo-os vivos. Nesse “transporte”, além de ser capaz de carregar oxigênio vindo dos pulmões e trazer de volta o CO2, leva nutrientes e hormônios para as células, conduz todas[…]

CAVITAÇÃO DE BOMBA CENTRÍFUGA

As bombas centrífugas são facilmente encontradas nas plantas industriais pois promovem o transporte dos fluidos entre os processos. Para que aconteça o escoamento do fluido, é necessário que exista uma diferença de pressão entre a sucção (trajeto antes da bomba) com o recalque/descarga (trajeto depois da bomba), tendo uma alta pressão no recalque e uma[…]

PROCESSO DE DESSORÇÃO

O processo de dessorção, também conhecido por desabsorção de gás ou extração, é uma operação inversa à absorção (clique aqui), pois a dessorção envolve a transferência do componente solúvel, que se encontra dissolvido em uma massa líquida, para a fase gasosa. Os princípios físicos entre o processo de dessorção e o de absorção são os[…]

BIOCOMBUSTÍVEL DE TERCEIRA GERAÇÃO

A fonte primária dos biocombustíveis de terceira geração (3G) são as algas. Essa matéria-prima proporciona diversas vantagens na produção, como a alta produtividade, rápido crescimento, bom rendimento de biomassa, cultivo variado (não exige água doce), além de não possuem sazonalidade (período de safra). Dependendo da espécie da alga, do seu cultivo e do processo de[…]

PROCESSAMENTO DO LEITE PASTEURIZADO

O Brasil está em 4°lugar na lista dos maiores produtores de leite do mundo (aqui), e para se ter um leite de melhor qualidade e livre de microrganismos o produto passa por um processo de pasteurização, podendo ser lenta ou rápida. Na pasteurização rápida, o leite é aquecido no trocador de calor à temperatura de[…]

AS OPERAÇÕES UNITÁRIAS NO TROCADOR DE CALOR TIPO CASCO E TUBOS

Os trocadores de calor são equipamentos onde dois fluidos, com diferentes temperaturas, trocam calor através de uma interface metálica. A transferência de calor depende da área percorrida pelo calor no material (espessura da parede), da condutibilidade térmica do material (constante k), da diferença de temperatura entre os fluidos (ⵠT) e da área percorrida pelos fluidos[…]

ENTENDENDO O DIMENSIONAMENTO DE TORRES DE DESTILAÇÃO

A definição do processo de destilação pode ser escrita como: “a separação de dois ou mais componentes presentes em uma mistura por meio de suas volatilidades”. Antes de partir para o dimensionamento de uma torre de destilação é essencial entender como essa operação funciona. O que basicamente acontece dentro deste equipamento é a entrada de[…]

TORRE DE PRATOS E TORRE DE RECHEIOS – VANTAGENS E DESVANTAGENS

Nos processos de separação, como destilação, absorção e dessorção, as colunas empregadas possuem unidades chamadas de estágios. Esses estágios têm a finalidade de proporcionar o contato completo entre as fases da operação, de forma que melhor aconteça a transferência de massa entre elas. Cada estágio deve promover a mistura e separação completa das duas fases,[…]

OLHOS E SUAS PERCEPÇÕES SOBRE AS CORES

Muito provavelmente você já deve ter visto essa imagem circundando pelas redes sociais ou até mesmo em alguns programas televisivos. O famoso caso do vestido onde algumas pessoas enxergaram azul e preto e outras dourado e branco; também há aqueles indivíduos que durante o dia viram uma tonalidade e a noite outra. Mas qual o[…]

PLASMA: O QUARTO ESTADO FÍSICO DA MATÉRIA

Desde sempre, aprendemos a existência dos três estados físicos da matéria: sólido, líquido e gasoso. Porém, com o avanço das descobertas da ciência, foi descoberto o quarto estado da matéria: o plasma. Para a formação do plasma, a matéria no estado gasoso deve ser aquecida a temperaturas muito elevadas, como é o caso do núcleo[…]

QUÍMICA NA ARQUEOLOGIA

Até hoje, muitas descobertas vêm sendo realizadas por parte dos arqueólogos, os quais são responsáveis por investigar e identificar indícios de civilizações, culturas e até mesmo animais. Mas, devido a vetustez de cada elemento encontrado, os profissionais dessa área contam, muitas vezes, com o auxílio da química, e a isso, denomina-se de método de datação.[…]

NANOCOMPÓSITOS – MATERIAIS AVANÇADOS

Pesquisas envolvendo a combinação entre diferentes tipos de materiais têm sido utilizadas nas últimas décadas para produzir compósitos de alta performance, com propriedades especiais não existentes nos materiais de origem. Essa linha de pesquisa tem como principal objetivo fazer uso de propriedades intrínsecas ligadas à estrutura básica dos materiais envolvidos, tais como ligações químicas primárias[…]

FLUIDOS DE PERFURAÇÃO – TEXTO IV – IMPACTOS AMBIENTAIS

Muitos materiais associados às atividades de perfuração e produção de petróleo podem causar impactos ambientais, principalmente pela geração de resíduos sólidos, líquidos e gasosos. Os fluidos de perfuração são importantíssimos nas etapas de construção dos poços, porém os fragmentos provenientes da operação de perfuração, também conhecidos por cascalhos, que são trazidos à superfície por meio[…]

FLUIDOS DE PERFURAÇÃO – TEXTO III – ESPECIFICAÇÕES DOS FLUIDOS

A classificação de um fluido de perfuração depende da análise de seus componentes dispersantes e dispersos, assim como, dos aditivos químicos utilizados para sua formulação Os fluidos de perfuração são constituídos por uma fase continua que pode ser água, óleo ou gás, a essa fase são adicionados produtos químicos para conferir ao fluido os parâmetros[…]

FLUIDOS DE PERFURAÇÃO – TEXTO II – PERFURAÇÃO DE POÇOS

O poço é o elo de ligação entre a rocha reservatório e a superfície. O objetivo da perfuração de poços é recuperar, da melhor forma possível, o óleo e o gás preso nas rochas. A perfuração hoje é capaz de atingir regiões de grande complexidade. Assim sendo, é possível realizar perfurações nas chamadas águas profundas,[…]

FLUIDOS DE PERFURAÇÃO – TEXTO I – FLUIDOS DE PERFURAÇÃO

São fluidos utilizados durante a perfuração de poços, que possuem algumas funções básicas. Também são conhecidos como lama de perfuração. Os fluidos de perfuração são vistos de diferentes maneiras, no início eram somente uma mistura lamacenta de água e argila, atualmente o homem vem desenvolvendo novas formas para aprimorar os métodos de perfuração de poços e[…]

RECICLAGEM DO VIDRO

As discussões sobre a reciclagem e a produção de vidro devem estar intimamente relacionadas, pois se trata do único material 100% reciclável por infinitas vezes. A principal vantagem do processo de reciclagem do vidro é que o produto final tem as mesmas características do vidro produzido somente com matérias-primas originais. Em outras palavras, a qualidade[…]

OBTENÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GASES INDUSTRIAIS

Nem todo gás industrial é tóxico ou desnecessário, pelo contrário, em muitas indústrias gases são utilizados no processo de manufatura de produtos. São muito úteis na limpeza industrial, na realização de testes de calibração e medição, secagem e seu uso é bem notório na indústria alimentícia. Por isso a utilização do gás apropriado para a[…]

A QUÍMICA DAS PILHAS

Os diversos modelos de pilhas que utilizamos atualmente como fonte de alimentação para equipamentos elétricos, funcionam através do mesmo princípio, todas elas se utilizam das células galvânicas para gerar energia elétrica, que é resultado da reação química espontânea que ocorre no seu interior. Esse tipo de reação onde há conversão direta de energia química em[…]

AZEOTROPIA

Azeotropia é o nome dado à mistura binária que, em determinada região, as fases líquida e vapor possuem a mesma fração molar, apresentando ponto de ebulição constante e fixo, as misturas que apresentam essa particularidade em determinada composição apresentam um ponto azeotrópico. Não é possível separar por destilação uma mistura com a composição azeotrópica, disso[…]

A CIÊNCIA POR TRÁS DO HALO SOLAR

O halo solar é um fenômeno óptico que ocorre na troposfera, ou seja, a camada mais baixa da atmosfera terrestre, com espessura de 12 km e até 17 m de altura. Nesta região, a luz do Sol é refratada e refletida por pequenos cristais hexagonais de gelo e, em virtude deste formato e da orientação[…]

O ARRASTO E COMO ELE PODE SER REDUZIDO

Arrasto é o nome dado ao efeito que ocorre em escoamentos laminares e turbulentos, sendo melhor visualizado em escoamentos turbulentos. Quando um fluido escoa sobre uma superfície sólida, a força exercida pelo fluido na parede é chamada de força de arrasto, esse atrito gera diminuição da velocidade e perdas de carga, tão indesejados que estudos[…]

ENRIQUECIMENTO DE URÂNIO, COMO FUNCIONA?

O urânio é um elemento químico encontrado na natureza em forma de rocha. Existe diversos isótopos dos átomos de urânio, ou seja, átomos que possuem o mesmo número de prótons no núcleo, mas se diferem em relação ao número de nêutrons. Normalmente, 99,3% do urânio retirado da mina é do tipo 238 (U-238) o mais[…]

DINÂMICA DAS REAÇÕES QUÍMICAS – COMO ELAS ACONTECEM?

A dinâmica das reações químicas se baseia em teorias que tentam explicar o que ocorre em termos moleculares no ponto decisivo de uma reação, e quais fatores que influenciam os seus diferentes parâmetros cinéticos. Pois durante a reação ocorre então profundas modificações da estrutura, há redistribuição de energias, da ordem de grande das energias de[…]

EVAPORADORES

A evaporação é uma operação unitária muito utilizada para a separação de compostos de diferentes volatilidades, fazendo com que parte do solvente se vaporize, onde na maioria das soluções esse solvente é a água, em que o objetivo final desejado é o concentrado líquido. Essa operação está presente dentro de diversas indústrias, como na indústria[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO IV: TRANSFERÊNCIA DE MASSA

 A transferência de massa é o processo de transporte onde existe a migração de uma ou mais espécies químicas em um dado meio, podendo esse ser sólido, líquido ou gasoso. Encontramos transferências de massa na indústria, no laboratório, na cozinha, no corpo humano, enfim em todo lugar em que há diferença de concentração de uma determinada espécie para que ocorra o seu transporte.[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO III: TRANSFERÊNCIA DE CALOR

A transferência de calor é a energia em trânsito, devido a uma diferença de temperatura. E sempre que existir esta diferença de temperatura em um meio ou entre meios ocorrerá transferência de calor. Sempre que existir uma diferença de temperatura em um meio ou entre meios diferentes, haverá, necessariamente, transferência de calor. A transferência de[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO II: TUBULAÇÕES

O termo tubulação é utilizado para designar um conjunto de tubos e acessórios utilizados no transporte de fluidos em processos industriais Uma parte importantíssima em Fenômenos de transporte I, muitíssimo aplicada em Operações Unitárias I e geralmente pouco falada nos cursos de Engenharia ao longo desse Brasil é as tubulações. As tubulações industriais são utilizadas[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO I: INTRODUÇÃO A FENÔMENOS DE TRANSPORTE

A expressão fenômenos de transporte refere-se ao estudo sistemático e unificado da transferência de quantidade de movimento, energia e matéria. Fenômenos de Transporte trata-se de uma cadeira geralmente do 5º ao 8º semestre do curso de Engenharia Química. Estuda-se sobre as tubulações, bombas, pressões, dinâmica dos fluidos, transferência de calor, transferência de massa e entre outros assuntos. Sendo uma cadeira geralmente[…]

A QUÍMICA DA FOTOGRAFIA

O avanço tecnológico e a facilidade de acesso aos aparelhos telefônicos e às câmeras digitais, tornaram o ato de fotografar uma ação comum no cotidiano de muitas pessoas. Entretanto, as primeiras civilizações representavam os seus acontecimentos através de pinturas, que nem sempre retratavam de forma fiel a realidade. Após diversas tentativas de reproduzir quimicamente imagens[…]

A IMPORTÂNCIA DOS CONVERSORES CATALÍTICOS PARA O MEIO AMBIENTE

Conversores catalíticos estão presentes nos automóveis para beneficiar o meio ambiente e a saúde do ser humano, diminuindo a poluição produzida pelos carros. Desde 1992, as fábricas e montadoras de automóveis são obrigadas a colocar em seus carros conversores catalíticos, para evitar a emissão de gases nocivos produzidos na queima do combustível. Conversor catalítico é[…]

A ENGENHARIA QUÍMICA DOS PRODUTOS MÉDICOS E BIOMÉDICOS

O engenheiro químico é responsável pela produção, fabricação ou embalagem de remédios, ou seja, cuida mais do processo industrial do medicamento. Mas sua atuação não para aí. Alguns outros exemplos da aplicação da Engenharia Química nos produtos médicos e biomédicos são nos protótipos que recriam a vida em forma de plástico, como o coração artificial; já[…]

A IMPORTÂNCIA E A NECESSIDADE DO MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Um dos grandes problemas atuais é o lixo. Quando o homem coloca o lixo para o lixeiro ou o deposita em terrenos baldios, resolve o seu problema individual, não prestando atenção que as áreas de lixo nas cidades estão cada vez mais escassas e que o lixo jogado em terrenos baldios favorece o desenvolvimento de[…]

ENZIMAS DE DETERGENTES TÊXTEIS, AS RESPONSÁVEIS PELA LIMPEZA

A definição de detergentes têxteis é dada a lava-roupas que apresentam uma composição mínima de 12% de surfactantes, também chamados de tensoativos. Estes componentes unem-se à molécula de gordura e também à da água, promovendo a retirada da parte oleica das roupas. Além dos tensoativos, os detergentes possuem outros componentes em sua formulação, cujo propósito[…]

BetaEQ Talks na Destilaria de Álcool Libra

Natalia Topanotti, Engenheira Química formada na Universidade Federal de Goiás e pós-graduanda em Gestão de Projetos pela ESALQ/USP. Atualmente supervisiona a produção de etanol de milho e seus coprodutos na Destilaria de Álcool Libra. 1- Como foi sua jornada dentro da graduação? O curso lhe ofereceu bons aprendizados? R: Nenhum curso de engenharia é simples,[…]

BetaEQ Talks – PETRÓLEO

O petróleo é fundamental para vivermos nos dias hodiernos, pois através dele temos os combustíveis, facilitando a nossa locomoção, e, com os seus derivados, têm-se, como exemplos, o GLP, produtos asfálticos, parafina, gás natural, solventes, entre outros. Para entender um pouco mais sobre a extração e como funciona esse processo, o Engenheiro Químico e de[…]

BetaEQTalks– A ENGENHARIA QUÍMICA E O CONTROLE DE PRODUÇÃO

Dentro da Engenharia Química temos diversas áreas que podem ser seguidas, uma delas é a supervisão de produção. Diante disso, na entrevista de hoje conversaremos com a Gracieli Schimidt, Engenheira Química formada pela Unochapecó, que atualmente trabalha como supervisora de produção no Laticínio Lorenzo. Explique um pouco mais sobre a seu trabalho/função dentro daempresa: Sou[…]