TROCADORES DE CALOR

Grande parte das indústrias químicas necessitam, em alguma etapa, que um fluido seja aquecido, resfriado, fervido, condensado, esterilizado, pasteurizado entre outros processos que requeiram a mudança de temperatura. As indústrias petroquímicas, refinarias, cervejarias e usinas de geração de energia são apenas alguns exemplos de de aplicação dos trocadores de calor, equipamentos que possuem configuração variável[…]

VERSATILIDADE DA ENGENHARIA: EXPANSÃO DE MERCADO

Existem diversos cursos de graduação em engenharia, como saber qual seguimento trilhar com tantas opções e oportunidades no mercado de trabalho brasileiro? Com o passar dos anos o leque de engenharias se tornou cada vez mais amplo e com isso, uma demanda maior por profissionais foi se criando e cargos novos tiveram de ser criados[…]

A IMPORTÂNCIA DA LIMPEZA INDUSTRIAL

A limpeza industrial é essencial para o ambiente e para o conforto das pessoas que ali estão, pois a saúde está diretamente relacionada à qualidade da higienização realizada. Além disso, o cumprimento dessa ação mantém o bom funcionamento das máquinas presentes no local, evitando seu desgaste prematuro. Por isso, muitas empresas têm investido pesado em[…]

QUÍMICA INORGÂNICA E A TEORIA DE EINSTEIN

A química inorgânica vai além de estudar e explicar os fenômenos como efeito estufa e chuva ácida, assim como, saber as ligações químicas e as propriedades dos elementos. Ela também consegue dar conta dos métodos físicos, do mundo quântico, das funções de onda e os níveis de energia para cada hidrogênio. Se pararmos para analisar,[…]

ENGENHARIA GENÉTICA APLICADA – PRODUÇÃO DE INSULINA SINTÉTICA

O pâncreas é o órgão do corpo humano responsável pela produção da insulina, hormônio que regula a quantidade de açúcar no sangue. Entretanto, pessoas diabéticas possuem deficiência na produção ou nos receptores do hormônio o que prejudica a sua função. Esta deficiência no nosso organismo pode provocar a elevação ou redução do índice glicêmico (taxa[…]

A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES NA ENGENHARIA QUÍMICA – ANSYS FLUENT

Os softwares se tornaram ferramentas fundamentais para o dia a dia de um engenheiro. Essas ferramentas computacionais são utilizadas com o intuito de aumentar a precisão de análises, realizar simulações e controle processos em diversos setores da indústria química. A indústria petroquímica e as refinarias de petróleo, devido ao seu poder econômico, foram uma das[…]

REFINO DE ÓLEOS VEGETAIS

Óleos vegetais são extraídos de plantas, geralmente de sementes e frutos. Líquidos a 25ºC, pertencentes à classe dos lipídios, são constituídos por grandes moléculas de ácidos graxos, ou seja, ácidos carboxílicos (-COOH) com uma grande cadeia carbônica, que diferem entre si principalmente pelo tamanho e quantidade de ligações duplas (insaturações) das cadeias. Os óleos vegetais[…]

DESINTOXICAÇÃO IÔNICA – SPA DETOX

O SPA Detox, também conhecido como Desintoxicação Iônica, consiste em um tratamento alternativo visando promover a desintoxicação corporal  por meio dos pés.  Esta terapia destaca-se por proporcionar equilíbrio ao corpo, efeito revigorante, relaxante, melhor oxigenação dos tecidos, além de otimizar os resultados estéticos, como manchas, acne, celulite e alergias na pele, ultrapassando conceitos estéticos e[…]

CERVEJA V: TIPOS DE CERVEJA

No processo de fabricação da cerveja há etapas importantes, mas a que mais se destaca é a escolha do tipo de fermentação pelo qual a bebida passa. Partindo desse pressuposto, a partir da fermentação é possível obter diferentes tipos de cervejas. Atualmente, elas são divididas em três grandes famílias e família é muito importante, inclusive[…]

CERVEJA IV: A QUÍMICA DA CERVEJA

Antes de tudo, a cerveja é uma bebida fermentada feita de cereais. Para obter o produto final, existem várias etapas químicas naturais ou induzidas que são necessárias para podermos configurar uma cerveja. A química da cerveja acontece desde a primeira fase de seu processo de produção, mas precisamente no processo de malteação. Nele, duas importantes[…]

CERVEJA III: A ARTE DE PRODUZIR CERVEJA

Saber que as algumas coisas podem ter receitas e que cada uma delas pode ser um guia para a gente seguir na cozinha, na escrita, na profissão ou na vida, é realmente incrível. E se for a receita de como produzir a bebida que você mais gosta de tomar e/ou degustar em momentos oportunos é[…]

CERVEJA II: MATÉRIAS PRIMAS

A maioria dos consumidores de cerveja já sabe que os principais ingredientes dessa bebida são: água, malte, lúpulo e levedura. Mas você conhece as características de cada um deles e no que eles influenciam nos sabores, aromas e na aparência de sua cerveja? Neste episódio, iremos conhecer esses e outros componentes dessa bebida e suas[…]

CERVEJA I: COMO TUDO COMEÇOU

Assim como o futebol e o churrasco, tomar cerveja se tornou algo comum no mundo todo. Há muito tempo essa bebida faz sucesso em datas comemorativas e também no dia a dia. “A loira gelada” foi inventada há muitos anos e faz parte dos hábitos e da cultura de muitas pessoas nos quatro cantos do[…]

FLUIDOS REFRIGERANTES – HISTÓRIA E APLICAÇÃO

Fluidos refrigerantes são substâncias químicas que possuem características específicas para a aplicação em processos que requerem refrigeração, podendo ser com a finalidade de armazenamento, climatização de ambientes, conservação de alimentos e outros. Durante o processo de refrigeração, o fluido refrigerante passa, reversivelmente, por mudança de fase de líquido para gasoso através da absorção de calor[…]

ISOLANTES TÉRMICOS – MATERIAIS CAPAZES DE EQUILIBRAR A TEMPERATURA DE UM AMBIENTE

Isolante térmico é um material ou estrutura que dificulta a dissipação de calor, usado na construção e caracterizado por sua alta resistência térmica. Estabelece uma barreira à passagem do calor entre dois meios que naturalmente tenderiam rapidamente a igualarem suas temperaturas. Em edifícios como shopping centers, escolas, hospitais e hotéis, um bom isolamento térmico pode conter até 60% da perda de calor ou[…]

PRODUÇÃO DE LEITE EM PÓ

Quando o leite em pó surgiu, em 1832, ele tornou-se uma solução viável para um mundo que ainda não conhecia a geladeira ou outros métodos modernos de conservação. Nesse aspecto, o químico russo M. Dirchoff foi genial. Mas há quem diga que a ideia nem foi tão original assim. Pois o navegador italiano, Marco Polo relatou que[…]

VERSATILIDADE DA ENGENHARIA: EXPANSÃO DE MERCADO

Existem diversos cursos de graduação em engenharia, como saber qual seguimento trilhar com tantas opções e oportunidades no mercado de trabalho brasileiro? Com o passar dos anos o leque de engenharias se tornou cada vez mais amplo e com isso, uma demanda maior por profissionais foi se criando e cargos novos tiveram de ser criados[…]

CIÊNCIA DOS MATERIAIS III: OS ADESIVOS

Agora que já vimos como a química do material pode interferir em suas propriedades e já falamos sobre vidro e sobre materiais antiaderentes, vamos ver o outro lado. Quando você precisa fixar duas superfícies juntas, o que você usa: cola ou fita adesiva? Como você baseia sua escolha de qual irá utilizar? Qual deles tem[…]

CIÊNCIA DOS MATERIAIS II: OS MATERIAIS ANTIADERENTES

Agora que já vimos como a química do material pode interferir em suas propriedades e falamos sobre o vidro, vamos falar sobre os chamados materiais antiaderentes, isto é, aqueles que impedem que o ovo que você faz de manhã na frigideira não grude nela. Materiais antiaderentes são caracterizados por baixos coeficientes de atrito ou fricção,[…]

CIÊNCIA DOS MATERIAIS I: O VIDRO

A forma como as moléculas se organizam estruturalmente em um material determinam muitas das características e propriedades de um material, incluindo características como transparência e propriedades mecânicas. Esse é um assunto bem extenso e que pode ser também complexo. Por isso, nessa série de textos falaremos de alguns exemplos do nosso dia-a-dia apenas para gerar[…]

A IMENSIDÃO E A COMPLEXIDADE DAS REFINARIAS DE PETRÓLEO

Refinaria de petróleo é o local onde ocorrem as transformações do petróleo bruto extraído das plataformas de extração em subprodutos essenciais ao dia a dia como gasolina, diesel e querosene. No Brasil existem 17 refinarias distribuídas por todo o território brasileiro (Figura 1), sendo 13 da Petrobrás. Geralmente, os pólos estão localizados próximos aos centros[…]

NANOTECNOLOGIA NA INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS

O setor de cosméticos é divido entre maquiagem (19,3%), perfume (54,7%) e demais produtos (26%) e é um dos mais importantes para a economia mundial, estimado em US$ 90 bilhões. Mundialmente, o Brasil encontra-se em terceiro lugar no ranking de produção e em primeiro lugar na América Latina. Englobando tanto multinacionais quanto pequenas empresas locais,[…]

ENERGIA DA BIOMASSA

A busca por alternativas eficazes de produção e distribuição de energia é um elemento essencial para o ser humano, principalmente na atual sociedade, onde os modos de consumo se intensificam a cada dia. Diante dessa dependência de recursos energéticos, surge a necessidade de diversificar a utilização das fontes energéticas. Energia de biomassa, às vezes conhecida[…]

OS DESAFIOS DA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA

Atualmente, as pessoas estão cada vez mais críticas com o que comem. Isto quer dizer que estão mais atentas à composição dos alimentos e mais conscientes com o desperdício. E aí, qual é o papel do Engenheiro Químico e da Indústria de Alimentos no que diz respeito a garantir alimentos mais saudáveis, evitar desperdícios e[…]

PROCESSO DE SAPONIFICAÇÃO

Uma vez que óleos e gorduras são ésteres, eles sofrem reação de hidrólise ácida ou básica. A hidrólise ácida produzirá simplesmente o glicerol e os ácidos graxos constituintes. Já a hidrólise básica produzirá o glicerol e os sais desses ácidos graxos. Pois bem, esses sais produzidos são o que chamamos de sabão. Assim, aquecendo gordura[…]

AS PRINCIPAIS HABILIDADES REQUISITADAS AOS ENGENHEIROS QUÍMICOS

A Engenharia Química é uma profissão que oferece uma série de possibilidades aos profissionais da área. Entre elas estão a elaboração de projetos, a operação industrial e o desenvolvimento de processos de transformação de natureza físico-química. Assim, o engenheiro químico é o profissional qualificado para vivenciar cada uma dessas etapas, participando dos processos que vão desde a[…]

O USO DE ZEÓLITAS NA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO

Zeólitas são minerais, mais especificamente aluminossilicatos hidratados. Esse mineral foi descoberto em 1756 pelo geólogo suíço Axel Cronstedt (1722-1765) e significa “a pedra que ferve”, pois, ao ser aquecido, esse mineral tem comportamento semelhante ao observado quando fervemos um copo com água. Estes minerais são constituídos, basicamente, por oxigênio, alumínio, silício e metais alcalinos ou[…]

TRATAMENTO DE RESÍDUOS AGREGANDO VALOR AO PROCESSO PRODUTIVO

Desde a Primeira Revolução Industrial, em que os processos industriais começaram a expandir consideravelmente, a sociedade vem adaptando as atividades para que gerem o menor impacto negativo possível. Dentre os impactos negativos de um processo produtivo, destaca-se o produção de rejeitos, os quais exigem uma metodologia adequada para seu descarte. Contudo, durante muitos anos, o[…]

PRODUÇÃO DE GELATINA

“Todos conhecemos a gelatina. Mas você sabe como a gelatina é produzida?” A gelatina é uma substância translúcida, incolor ou amarelada, praticamente insípida e inodora, conhecida e utilizada há mais de três mil anos, principalmente empregada nas indústrias alimentícia, farmacêutica, fotográfica, e outras. Sua principal utilidade é devida à presença de colágeno, uma proteína fibrosa, rica em glicina e[…]

AGRICULTURA 4.0

A agricultura é uma atividade milenar, destacando-se na subsistência, quando fundamentou a formação da maioria das sociedades, até evoluir para atividade econômica. Desde então vem passando por modificações para que consiga atender as exigências dos novos tempos. Com passar do tempo, muitas técnicas relacionadas a eficiência da produtividade foram incorporadas a agricultura, primeiro visando lucros[…]

A ENGENHARIA QUÍMICA E A HISTÓRIA DA PRODUÇÃO DE CERVEJA

A cerveja, uma das bebidas mais antigas do mundo, não é de origem alemã como costumamos pensar. Essa bebida carbonatada vem sendo fabricada desde 4.000 a.C pelos povos da região Mesopotâmia que a utilizavam para o tratamento de doenças e em ocasiões festivas e religiosas. Acredita-se que a cerveja foi “descoberta” de maneira acidental quando[…]

O CONCEITO DE CADEIA PRODUTIVA

O conceito surgiu na década de 60, e significa um conjunto de etapas consecutivas, ao longo das quais os diversos insumos sofrem algum tipo de transformação, até a constituição de um produto final (bem ou serviço) e sua colocação no mercado. Trata-se, portanto, de uma sucessão de operações integradas, com finalidade econômica, realizadas por diversas unidades[…]

SANEANTES: A QUÍMICA DO SABÃO E DETERGENTE

As substâncias químicas têm a propriedade de interagir umas com as outras de várias formas e, quando associadas, podem somar estas propriedades e gerar produtos formulados que auxiliam nas mais diversas necessidades, como, por exemplo, os produtos de limpeza.  Estes produtos, tecnicamente denominados Saneantes, são definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como aqueles[…]

O PAPEL DE UM ENGENHEIRO QUÍMICO NO SETOR AUTOMOTIVO

No começo da humanidade, se locomover para longas distâncias era realmente difícil. Inicialmente os animais foram muito utilizados para isso e com o surgimento da roda, as carroças e outros meios que ainda precisam de animais, porém já ficava mais fácil levar mais objeto de um lado para outro. Os carros nasceram de uma necessidade[…]

ENGENHARIA GENÉTICA

A engenharia genética consiste no ato de modificar a constituição genética de um organismo por meio da biotecnologia. Modificações podem ser geradas por métodos que alteram, removem ou introduzem genes para produzir organismos com características desejáveis. Os genes podem ser provenientes da mesma ou de outras espécies. A genética e a biologia molecular se desenvolveram rapidamente ao[…]

ENERGIA NUCLEAR

Os átomos de alguns elementos químicos apresentam a propriedade de, através de reações nucleares, transformar massa em energia. Esse princípio foi demonstrado por Albert Einstein. O processo ocorre espontaneamente em alguns elementos, porém em outros precisa ser provocado através de técnicas específicas. Existem duas formas de aproveitar essa energia para a produção de eletricidade: a[…]

A DELICIOSA QUÍMICA DO CHOCOLATE IV: FÁBRICA DE CHOCOLATES

O licor de chocolate é a base para a produção dos diversos tipos de chocolate em suas mais variadas formas encontradas comercialmente. Seu subsequente processamento depende do tipo de chocolate a ser produzido e da forma como será comercializado. As etapas após a obtenção do licor de chocolate dependem do produto final desejado. No entanto,[…]

A DELICIOSA QUÍMICA DO CHOCOLATE III: TODOS VEEM DO LICOR

Agora que já vimos como as sementes de cacau são processadas nas plantações antes de chegar até as fábricas de chocolate, vamos ver as primeiras etapas de seu processamento após chegar às fábricas, até dar origem a um licor de chocolate, que é a base para os diversos tipos de chocolate que conhecemos. Depois de[…]

A DELICIOSA QUÍMICA DO CHOCOLATE II: PROCESSAMENTO DAS SEMENTES

A produção do chocolate em escala industrial requer bastantes etapas e tudo se inicia com a coleta do cacau e processamentos das sementes in natura, que ocorrem ainda nas plantações, sendo a maior parte ainda feita de forma manual. Só então as etapas posteriores são realizadas nas plantas de processamento das fábricas de chocolate. Vamos[…]