EFLUENTES NA INDÚSTRIA DE EXPLOSIVOS

As indústrias, de maneira geral, geram algum tipo de efluente durante o seu processo de fabricação. Hoje, abordaremos quais são os tipos de efluentes gerados em uma indústria de explosivos. No texto, iremos focar nos efluentes provenientes da produção do trinitrotolueno (TNT), pois atualmente é o mais utilizado em aplicações militares e industriais, principalmente por[…]

ALIMENTOS FUNCIONAIS

Com o advento de indústrias, muitos alimentos vêm processados e com uma quantidade elevada de conservantes e aditivos químicos, como por exemplo os corantes, e a isso, muitas pessoas atribuem o aparecimento de doenças crônicas. Para tanto, nos dias hodiernos, existem também, os alimentos funcionais, que podem diminuir os riscos de tais enfermidades, assim como,[…]

A QUÍMICA DAS BATERIAS

As baterias acumulam eletricidade para uso futuro. Atualmente, os tipos de baterias mais utilizadas são as de íons de lítio para eletrônicos em gerais, e a de chumbo/óxido de chumbo que é utilizada no setor automobilístico. Esse texto irá falar um pouco sobre o funcionamento desses dois modelos de bateria. As baterias de chumbo/óxido de[…]

FLAVORIZANTES E A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

O aroma e o sabor são características sensoriais que interferem significativamente na aceitação dos produtos alimentícios, e essa percepção de paladar é construída pela interação de todos os sentidos controlada por substâncias químicos. Naturalmente, o aroma e o sabor são o resultado da combinação de centenas de compostos químicos voláteis diferentes. Na indústria, essas propriedades[…]

EXTRAÇÃO DO ÓLEO DE SOJA

A semente de soja possui um teor médio de óleo de 18-20 %, o objetivo da extração é adquirir a quantidade máxima do óleo vegetal livre de impurezas e obter a torta (ou farelo), que possa ser bem aproveitada em outro setor, como alimento animal. É possível encontrar três tipos de extração, (a) por prensagem[…]

MICRORREATORES

A utilização de microrreatores tem chamado a atenção, tanto no ambiente acadêmico quanto no meio industrial, pois permite a otimização de vários processos industriais e também permite que sejam utilizados para estudar a cinética intrínseca de reações.       Sua principal característica é a grande razão entre a área superficial e volume nas suas regiões microestruturadas[…]

VISCOSIDADE DE ÓLEOS LUBRIFICANTES

A utilização de óleo lubrificantes na indústria é fundamental para garantir maior durabilidade das peças, pois quando as superfícies entram em funcionamento causam atrito, fazendo com que ocorra o desgaste e aquecimento delas. Além disso, o óleo lubrificante proporciona movimentos mais suaves e as vezes também assumem a função de limpeza e remoção de sujeiras,[…]

CAVITAÇÃO DE BOMBA CENTRÍFUGA

As bombas centrífugas são facilmente encontradas nas plantas industriais pois promovem o transporte dos fluidos entre os processos. Para que aconteça o escoamento do fluido, é necessário que exista uma diferença de pressão entre a sucção (trajeto antes da bomba) com o recalque/descarga (trajeto depois da bomba), tendo uma alta pressão no recalque e uma[…]

OBTENÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GASES INDUSTRIAIS

Nem todo gás industrial é tóxico ou desnecessário, pelo contrário, em muitas indústrias gases são utilizados no processo de manufatura de produtos. São muito úteis na limpeza industrial, na realização de testes de calibração e medição, secagem e seu uso é bem notório na indústria alimentícia. Por isso a utilização do gás apropriado para a[…]

EVAPORADORES

A evaporação é uma operação unitária muito utilizada para a separação de compostos de diferentes volatilidades, fazendo com que parte do solvente se vaporize, onde na maioria das soluções esse solvente é a água, em que o objetivo final desejado é o concentrado líquido. Essa operação está presente dentro de diversas indústrias, como na indústria[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO IV: TRANSFERÊNCIA DE MASSA

 A transferência de massa é o processo de transporte onde existe a migração de uma ou mais espécies químicas em um dado meio, podendo esse ser sólido, líquido ou gasoso. Encontramos transferências de massa na indústria, no laboratório, na cozinha, no corpo humano, enfim em todo lugar em que há diferença de concentração de uma determinada espécie para que ocorra o seu transporte.[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO II: TUBULAÇÕES

O termo tubulação é utilizado para designar um conjunto de tubos e acessórios utilizados no transporte de fluidos em processos industriais Uma parte importantíssima em Fenômenos de transporte I, muitíssimo aplicada em Operações Unitárias I e geralmente pouco falada nos cursos de Engenharia ao longo desse Brasil é as tubulações. As tubulações industriais são utilizadas[…]

FENÔMENOS DE TRANSPORTE – TEXTO I: INTRODUÇÃO A FENÔMENOS DE TRANSPORTE

A expressão fenômenos de transporte refere-se ao estudo sistemático e unificado da transferência de quantidade de movimento, energia e matéria. Fenômenos de Transporte trata-se de uma cadeira geralmente do 5º ao 8º semestre do curso de Engenharia Química. Estuda-se sobre as tubulações, bombas, pressões, dinâmica dos fluidos, transferência de calor, transferência de massa e entre outros assuntos. Sendo uma cadeira geralmente[…]

DIMENSIONAMENTO DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS

Durante a graduação o estudante de Engenharia Química possui matérias bases como física, cálculo, química, mecânica dos fluídos, e entre outras que o preparam para uma das matérias chave do curso, a matéria de Operações Unitárias. Para ter êxito nessa matéria o estudante precisa saber calcular, entender sobre transferência de calor e massa, correlacionar equações,[…]

A ENGENHARIA QUÍMICA NA INDÚSTRIA TÊXTIL

O segmento têxtil é um dos mais atrativos mercados de consumo de produtos químicos. Isso porque, em cada etapa do processo de produção, a química está presente. Os corantes, amaciantes, tensoativos, dentre outros produtos de acabamentos em tecidos são de grande importância para a indústria têxtil. O primeiro corante sintético foi obtido de maneira acidental[…]

SEIS SIGMA: GESTÃO E CONTROLE DE QUALIDADE

A metodologia Seis Sigma (ou Six sigma, em inglês) é internacionalmente reconhecida e se baseia em fatos e dados para identificar e implementar melhorias nos processos, garantir custos de operação menores e maximizar os lucros. O conceito da metodologia foi consolidado na década de 1980 pelo engenheiro Bill Smith, na empresa de telecomunicações Motorola, que[…]

BetaEQ TALKS – BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO

Boas práticas de fabricação é um conjunto de medidas tomadas pelas empresas durante todo o processo produtivo, que são de suma importância não só na indústria química mas também em todas as empresas, para empregar qualidade no produto que está se oferecendo garantir que todas as normas de segurança e legislação vigente estão sendo seguidas.[…]

PRINCIPAIS PROCESSOS INDUSTRIAIS QUE ENVOLVEM DESTILAÇÃO NO BRASIL

A destilação é uma dentre as principais operações de separação estudadas em Operações Unitárias e empregada nos setores industriais. Basicamente, o processo de destilação ocorre quando se tem uma mistura com multicomponentes com volatilidades distintas, no qual são separados pelo aquecimento e vaporização. Por isso, volatilidades diferentes são importantes nesse processo, os pontos de ebulição[…]

POLÍMERO BAQUELITE

A baquelite (polioxibenzimetilenglicolanhidrido) é uma resina sintética extremamente resistente. Trata-se de um polímero de condensação, formado pela polimerização entre o fenol (benzenol ou hidroxibenzeno) e o formol (formaldeído ou metanal), com a eliminação de moléculas de água, cuja reação de formação é representada pela figura abaixo. A baquelite foi a primeira resina a ser inventada,[…]

OPERAÇÕES UNITÁRIAS IV: TRANSFERÊNCIA DE MASSA

Aprendemos que calor é transferido se existir uma diferença de temperaturas em um meio. De maneira semelhante, se houver uma diferença na concentração de alguma espécie química em uma mistura, transferência de massa tem que ocorrer. Transferência de massa é a massa em trânsito como resultado de uma diferença de concentrações de uma espécie em[…]

OPERAÇÕES UNITÁRIAS II: OPERAÇÕES MECÂNICAS

Na engenharia química e seus campos relacionados, uma operação unitária é uma etapa básica de um processo. Por esta razão elas, podem ser classificadas de diferentes formas. A primeira categoria atribuída as OP’s é a de operações mecânicas. O que são, quais suas funções e em que contextos se inserem, vocês saberão neste episódio. Como[…]

OPERAÇÕES UNITÁRIAS III: TRANSFERÊNCIA DE CALOR

Transferência de calor (ou calor) é energia em trânsito devido a uma diferença de temperatura. Sempre que existir uma diferença de temperatura em um meio ou entre meios ocorrerá transferência de calor. Assim acontece nas operações unitárias desta classificação nas indústrias como um todo. Vamos nos aprofundar nelas? O estudo das operações unitárias e dos[…]

OPERAÇÕES UNITÁRIAS I: INTRODUÇÃO A OPERAÇÕES UNITÁRIAS

Em uma indústria, partindo-se da matéria-prima até se chegar ao produto final, uma série de processos deve ocorrer, sendo alguns de natureza química e outros de natureza física. Assim, cada uma das etapas sequenciais numa linha de produção industrial é conhecida como uma “operação unitária”. Neste episódio, conheceremos um pouco mais sobre este termo tão[…]

CIÊNCIA DOS MATERIAIS

É notório que nos dias hodiernos existe uma infinidade de materiais a disposição de um engenheiro, independente da área de engenharia. Quando é pensado em projetar um dispositivo ou até mesmo uma estrutura, algumas propriedades precisam ser analisadas antes da escolha para erros não serem ocasionados. Um exemplo sobre estudo de materiais presente no cotidiano,[…]

BetaEQ Talks – INDÚSTRIA DE FERTILIZANTES

O Brasil é hoje um importante produtor e exportador mundial de produtos agrícolas, possui aproximadamente 329 milhões de hectares de terras agriculturáveis sendo o maior produtor mundial de suco de laranja, café, açúcar e o segundo maior produtor de soja em grãos. Sendo assim, o setor de fertilizantes é um dos setores de maior crescimento[…]

VERSATILIDADE DA ENGENHARIA: EXPANSÃO DE MERCADO

Existem diversos cursos de graduação em engenharia, como saber qual seguimento trilhar com tantas opções e oportunidades no mercado de trabalho brasileiro? Com o passar dos anos o leque de engenharias se tornou cada vez mais amplo e com isso, uma demanda maior por profissionais foi se criando e cargos novos tiveram de ser criados[…]

A IMPORTÂNCIA DA LIMPEZA INDUSTRIAL

A limpeza industrial é essencial para o ambiente e para o conforto das pessoas que ali estão, pois a saúde está diretamente relacionada à qualidade da higienização realizada. Além disso, o cumprimento dessa ação mantém o bom funcionamento das máquinas presentes no local, evitando seu desgaste prematuro. Por isso, muitas empresas têm investido pesado em[…]

SANEANTES: A QUÍMICA DO SABÃO E DETERGENTE

As substâncias químicas têm a propriedade de interagir umas com as outras de várias formas e, quando associadas, podem somar estas propriedades e gerar produtos formulados que auxiliam nas mais diversas necessidades, como, por exemplo, os produtos de limpeza.  Estes produtos, tecnicamente denominados Saneantes, são definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como aqueles[…]

INDÚSTRIA 4.0: O MITO DO DESEMPREGO

As Revoluções Industriais destacaram-se por introduzir cenários de produção jamais imaginados no passado. De forma que, na Primeira e na Segunda Revolução Industrial a produção em massa, linhas de montagem e tecnologias mecânicas eram conceitos tão distantes quanto hoje quando se fala em tecnologias de automação, que atribuem inteligência artificial às máquinas. Em especial, na[…]

A ENGENHARIA QUÍMICA NA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA – PRODUÇÃO DE POLPAS DE FRUTAS

A engenharia química é oriunda da química industrial. As atividades dos engenheiros químicos estão ligadas diretamente em tarefas de estudo de mercado para processos e produtos químicos, engenharia de processo, projeto, sistemas de controle físico e químico, vendas técnicas, perícia, gerenciamento e desenvolvimento de novas tecnologias químicas, novos materiais e produtos. No que tange os[…]

TERMODINÂMICA III: ESTUDO DE CASO DA PRODUÇÃO DE SOLVENTE PARA TINTAS

 Agora que já sabemos porque a termodinâmica é tão importante para o design de processos industriais e o os parâmetros que devem ser levados em consideração no desenvolvimento de modelos termodinâmicos modernos, veremos, sem entrar em detalhes de modelos termodinâmicos, mas de forma bastante prática, um exemplo de como a termodinâmica auxilia no estabelecimento das[…]

TERMODINÂMICA I: POR TODOS OS LADOS

Antes de entendermos como a Termodinâmica afeta os processos industriais e como seu entendimento é fundamental no design de processos, vamos ver alguns fenômenos básicos do dia-a-dia em que a Termodinâmica está presente e, muitas vezes, passa despercebida. Que a Termodinâmica está em todo lugar, isso todo Engenheiro Químico já sabe, mesmo aqueles que sofrem[…]

ÁGUA PARA GERAÇÃO DE VAPOR – CORROSÃO EM CALDEIRAS

A caldeira é um dos equipamentos mais comuns em processos industriais, por ter a função de produzir vapor, seja como forma de geração de energia para outros equipamentos ou como fonte de aquecimento de sistemas. O vapor é gerado pelo deslocamento de água em tubos que são instalados na passagem de gases quentes, os quais[…]

A IMPORTÂNCIA DA LIMPEZA INDUSTRIAL

A limpeza industrial é essencial para o ambiente e para o conforto das pessoas que ali estão, pois a saúde está diretamente relacionada à qualidade da higienização realizada. Além disso, o cumprimento dessa ação mantém o bom funcionamento das máquinas presentes no local, evitando seu desgaste prematuro. Por isso, muitas empresas têm investido pesado em limpeza, principalmente[…]

PROCESSO DE PRODUÇÃO DE TINTAS

As tintas estão por todos os lugares das paredes domiciliares às grandes construções. Entretanto, elas não são utilizadas apenas de maneira estética, também se fazem presentes onde a finalidade é proteção. A indústria de recobrimento é antiga. Na antiguidade, o homem usava argila e vegetais que tinham pigmentos desejados. Por exemplo, o ocre e o[…]

TINTAS ORGÂNICAS – UMA ALTERNATIVA ECOLÓGICA E SAUDÁVEL AS TINTAS SINTÉTICAS.

Grande parte das tintas vendidas nos mercados apresentam em sua composição os chamados compostos orgânicos voláteis (VOCs) e metais pesados que prejudicam a saúde e o meio ambiente. As tintas convencionais são, geralmente, a parte mais poluente da construção. Pensando nisso e na procura por empreendimentos sustentáveis, a indústria de tintas começou a investir em[…]

QUÍMICA DOS PERFUMES III: FINALIZAÇÃO DO PROCESSO

Depois da extração dos óleos essenciais, a base dos perfumes, vêm as etapas posteriores, para a obtenção do aroma e também dos diferentes tipos de perfumes. Afinal, produzir perfumes é uma arte! Vamos conhecer com mais detalhes essas etapas finais de obtenção do perfume. Falaremos agora com mais detalhes das etapas finais de obtenção do[…]

QUÍMICA DOS PERFUMES II: A ESSÊNCIA DAS ESSÊNCIAS

Agora que já temos uma visão geral do processo de produção de perfumes, que tal saber com mais detalhes cada etapa do processo?  Nesse texto, falaremos sobre a primeira etapa, que é a base para a produção do aroma, a extração dos óleos essenciais. Agora que já temos uma visão geral da história dos perfumes,[…]

QUÍMICA DOS PERFUMES I: VISÃO GERAL E INICIO DE TUDO

Perfumes são produtos especiais porque estimulam uma série de sentidos e emoções. Um cheiro pode despertar lembranças de pessoas e lugares. Mas você já parou para pensar na história por trás da beleza dos perfumes? Quando começaram e como são produzidos?  Desde os primórdios da história, existem registros de que seres humanos buscam mascarar ou[…]

INDISPENSABILIDADE DO TRATAMENTO DE EFLUENTES NA INDÚSTRIA DE CELULOSE

De acordo com a resolução Conama 430/2011, efluentes de qualquer fonte poluidora somente podem ser lançados diretamente no corpo receptor desde que obedeçam a uma série de condições e padrões, ou seja, é necessário um tratamento prévio ao descarte. Um dos processos que mais exigem recursos naturais como a água, são os produtos fabricados da[…]