QUÍMICA FORENSE III: TÉCNICAS FORENSES

A química forense é fascinante. Quantas vezes não ficamos impressionados quando os peritos da ficção descobrem vestígios de sangue apenas borrifando um líquido “mágico”? Vamos entender como toda a mágica acontece? Como discutido em episódios anteriores, o trabalho de um químico forense resume-se basicamente na análise de amostras colhidas durante a investigação, provenientes dos locais[…]

QUÍMICA FORENSE II: AS FERRAMENTAS POR TRÁS DAS ANÁLISES

Aplicar uma diversidade de conhecimentos científicos para solucionar perguntas de interesse legal ou jurídico é o objetivo central das ciências forenses. Decifrar quem fez uma determinada atividade e como ela foi realizada pode parecer uma empreitada misteriosa e instigante. Entretanto, a atividade forense não é feita de milagres, mas sim de muita ciência! Vamos entender[…]

QUÍMICA FORENSE

Quem nunca assistiu uma série ou um filme onde precisava desvendar o culpado de determinado crime e ficou impressionado com as técnicas e métodos utilizados para isso? No Brasil, o perito criminal é o profissional responsável por colher todas as provas e levar ao químico forense, que fica no laboratório. A química forense é uma[…]