Panorama atual do biogás e projeções

O Brasil registrou 1365 plantas de biogás com capacidade de produção de 4,15 bi Nm³/ano, o que representa um aumento de 32% de novas plantas em relação ao ano de 2022 (CIBIOGÁS, 2023). Nelas, os substratos são variados e cada um exerce sua importância devido à diferença de volume de biogás produzido por cada um deles.

Embora 75% do biogás hoje seja proveniente de aterros sanitários, 92% do potencial teórico de produção do biogás encontra-se no setor da agropecuária. Além disso, estudos comprovam que 50 a 70% do biogás em aterro escapa para a atmosfera (Schmitke, 2024).

No panorama atual brasileiro, 57% do biogás produzido é convertido em energia elétrica, exercendo importância para algumas regiões do país. Por exemplo, na cidade de Toledo-PR, mais de 1500 residências já se beneficiam da fonte de energia renovável. O segundo produto mais utilizado é o biometano, com 39%, seguido pela energia térmica e mecânica, com 4% e 0,1%, respectivamente (CIBIOGÁS, 2023).

Entre as aplicações energéticas do biogás, o biometano vem ganhando destaque, com um total de 50 plantas cadastradas no biogás.map, e projeção de 90 plantas até 2029 (Isfer, 2024). Estas plantas convertem 39% do biogás produzido no Brasil em cerca de 580 mi Nm³/ano de biometano, o equivalente a rodar 5800 milhões de km/ano com veículos leves e 1450 milhões de km/ano com veículos pesados (CIBIOGÁS, 2023).

Vale ressaltar que o Paraná é o estado com maior número de unidades produtivas de biogás, tendo um crescimento de 54% no número de plantas em relação ao ano de 2022. Porém, os estados que tiveram maiores médias de produção de biogás foram o Rio de Janeiro, com 29 mi Nm³ por unidade, o estado de Pernambuco, com 19 mi Nm³ por unidade, e o estado de São Paulo, com 14 mi Nm³ por unidade.

Além disso, o setor de biogás no Brasil tem experimentado um crescimento expressivo, com uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de aproximadamente 21% ao ano nos últimos cinco anos. A introdução de marcos regulatórios, como o Projeto de Lei 3865/2021, tem facilitado este crescimento ao estabelecer diretrizes claras para a produção e comercialização de biogás.

O Programa de Energia para o Brasil (BEP) estimou um potencial teórico de curto prazo de produção de biogás de 10,8 bilhões de Nm³ por ano. Em contraste, a Associação Brasileira de Biogás (ABIOGÁS) apresentou um potencial teórico muito maior, de 84,6 bilhões de Nm³ por ano, o que seria equivalente a 40% da demanda nacional de eletricidade ou 70% do consumo de diesel.

Para alcançar esses potenciais, projetos de cooperação internacional são importantes. Um exemplo é o projeto EU Climate Dialogues (EUCDs), financiado pela União Europeia e implementado pela Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos (ABREN), que tem como objetivo impulsionar a produção e o uso sustentável de biogás e biometano no país (Schmitke, 2024).

Portanto, o biogás no Brasil está em uma trajetória ascendente, com um crescimento robusto e um futuro promissor. Para que o segmento se desenvolva ainda mais, políticas públicas e instrumentos econômicos são fundamentais, tais como subsídios, isenções de tributos e encargos, créditos de carbono e certificados de origem, a fim de garantir a compra de energia elétrica ou a obrigação de adição de biometano no consumo do gás (Lopes, 2022).

Referências

BLEY JUNIOR, Cícero. Biogás, passado, presente e futuro. Disponível em: https://energiaebiogas.com.br/qual-sera-o-futuro-do-biogas-ep-4-cicero-bley-jr. Acesso em: 20 out. 2022.

CIBIOGÁS. PANORAMA DO BIOGÁS 2023. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=G4Hm-oZ9eHE. Acesso em: 23 maio 2024.

ISFER, Renata. Produção de biometano no Brasil. Disponível em: https://www.poder360.com.br/economia/producao-de-biometano-no-brasil-deve-crescer-600-ate-2029/#:~:text=A produção de biometano no,de Biogás), Renata Isfer. Acesso em: 04 fev. 2024.

SCHMITKE, Yuri. “Como políticas públicas e cooperação internacional podem impulsionar o Biogás no Brasil?”. Disponível em: https://energiaebiogas.com.br/o-futuro-do-biogas-yuri-schmitke. Acesso em: 17 jun. 2024.

LOPES, Fernando Giachini. “Qual o futuro do biogás para uma matriz energética mais sustentável no Brasil?”. Disponível em: https://energiaebiogas.com.br/qual-sera-o-futuro-do-biogas-ep-5-fernando-giachini-lopes. Acesso em: 22 nov. 2022.

Deixe um comentário